Agitação

28.5.20

Apesar de haver cada vez mais movimentos para abrandarmos a nossa vida e que nos lembram que devemos estar mais presentes no momento, continuo com a impressão que, ainda assim, muitos de nós levamos vidas cada vez mais agitadas, com imenso stress, solicitações e distrações. Mais, muitos sentem-se culpados por não conseguirem abrandar. O mesmo se passa com os nossos filhos - há cada vez mais avaliações, trabalhos de casa, solicitações. Passamos horas em trânsito e no trânsito, chegamos tantas vezes arrasados a casa e a vida parece passar sem que por ela passemos. E bolas, já estamos quase em Junho!

É nossa responsabilidade proteger os nossos filhos destas situações que provocam danos - a forma como estamos a viver não  é sustentável.

1 comentário:

  1. Olá. Tenho duas filhas e desde que a mais nova nasceu sinto mais essa dificuldade da agitação e da falta de tempo. Esta quarentena serviu para desacelerar e perceber que o tempo não volta atrás e que é importante tentar reduzir os excessos, principalmente com as crianças. E os professores deveriam ser os primeiros a ter isso em consideração, felizmente a professora da minha filha mais velha parece ter essa consciência. É muito difícil sermos pais na actualidade, por não conseguirmos transmitir a traquilidade quando no dia há inúmeras tarefas para executar e por nem sempre ser possível dedicar o tempo que eles tanto precisam. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share