CONCENTRAÇÃO, MOTIVAÇÃO E ESTUDO: REGRESSO À ESCOLA

16.9.16
Fotos: Stim

Uma criança necessita de um ambiente organizado, sossegado e com o mínimo de distracoes. E distrações não são apenas uma televisão ou um local com muito ruído. Pode ser uma secretaria desarrumada, cheia de livros, bonecos e outras coisas que não permitem que o cérebro da criança se foque no essencial e entre em estado de flow - que é um estado de concentração ótimo. Fazemos muito bem em pedir aos nossos filhos para terem as mesas arrumadas e para terem ordem e disciplina no seu trabalho.

Para além do espaço organizado, com material que funciona e está estimado e arrumado, a criança precisa que o ambiente seja calmo e sossegado. No entanto, é comum a criança fazer o trabalho de casa num ambiente de stress, com um ‘despacha-te que ainda tens de ir tomar banho/ir para o judo/jantar’… e isto causa-lhe ansiedade, tornando a concentração mais difícil.

Estes são os dois primeiros pontos que devemos assegurar. A seguir vem a ordem com que ela realiza o seu trabalho, que veremos mais à frente.


E como é que a criança aprende?
A criança adquire conhecimento quando lhe é transmitido o conhecimento e é testada sobre ele, fazendo uso dele, por exemplo, de forma o mais possível concreta. Como assim? Quando aprende sons e letras - poderá usá-los na leitura, lendo palavras. Na matemática, fazendo exercicios. E aprenderá melhor ainda quando errar e for imediatamente corrigida. Isso dará uma informação ao cerebro como é que tem de ser. Mas, para consolidar a aprendizagem, precisa de voltar a fazer, para enviar a informação correta. O mesmo se aplica no estudo da História e de outras materias.


Sem ser com subornos ou ameaças, qual é a melhor forma para motivar uma criança nos seus estudos?

A motivação é uma porta que abre por dentro. Percebo o uso de estrelas e sóis em muitas escolas - porque torna o trabalho mais simples - mas a verdade é que há cada vez mais estudos (que fazem uso de imagiologia cerebral) onde vemos que no médio e no longo prazo a zona que traduz o interesse pelo prémio deixa de ser ativada.

Para motivar a criança, a aprendizagem deve acrescentar conhecimento, deve ser apresentada de forma interessante e ela deve poder usar, de alguma forma, essa aprendizagem.

Mas hoje sabemos que a motivação não é algo espontâneo e depende da auto-disciplina. Daí que seja fundamental trabalharmos competencias como a autorregulação com os nossos filhos e que estão diretamente ligadas à questãoo da disciplina.

Finalmente, uma fonte de motivação é a presença dos pais e o seu interesse continuo.

E devemos fazer os TPCs com os nossos filhos?
Não, não devemos. Mas não fazer os TPCs com os miúdos não quer dizer não acompanhar. Quer dizer apenas que não os devemos fazer por eles. No entanto, devemos - é um dever, de facto - transmitir-lhes métodos de estudo (como ter a mesa organizada, o material preparado, ler bem os enunciados, refletir, …) e passar-lhes o entusiasmo pela aprendizagem.

A criança tem dificuldades - devemos apoiar? Sim, mas é fundamental que se ela não adquiriu os conhecimentos em sala, que se possa falar com o professor. Há uma relação professor / aluno que tem de ser mantida.


Como é que os ajudamos a rentabilizar o estudo para depois terem tempo para o mais importante?

No caso dos TPCs serem enviados de forma equilibrada - e não entrando no tema TPC’s sim ou não - as rotinas é que nos vão ajudar a rentabilizar o estudo.

Se a criança sair muito tarde da escola, porque fica à espera dos pais, era importante que a escola pudesse reservar uma sala mais sossegada para os alunos poderem fazer os trabalhos que têm. Não é uma sala de estudo acompanhado e sim uma sala onde o aluno rentabiliza o seu tempo, estando um adulto presente para garantir a segurança apenas.

No caso de ir cedo para casa, deverá ser a primeira coisa que faz, com a supervisão dos pais como falámos antes e depois poderá passar ao lazer. No primeiro ano e também no segundo, a criação de um método de estudo e organização pode, em certa medida, ditar o sucesso escolar da criança mas, nos outros anos ainda vamos bem a tempo!



O conjuntinho que levei é da @LaRedoute que me ajuda a ficar fantástica!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share