As 3 competências fundamentais a serem trabalhadas na escola e que valem ouro na vida da criança

2.9.16


Para além do saber, a escola é um lugar extraordinário para trabalhar as competências sociais que vão ser ferramentas fundamentais para o seu crescimento enquanto pessoa comprometida, atenta, feliz.
Se é verdade que a escola existe para ensinar e transmitir conhecimento, também é verdade que cada professor e cada auxiliar são adultos de referência nas suas vidas e que fazem mesmo toda, mas mesmo toda a diferença. 
Na verdade, não acredito que nenhum educador ou professor vá para esta profissão sem acreditar que assim é!


Na escola também aprendemos competências sociais. Quais são essas?

Eu sou capaz
Eu sou capaz de adiar a minha vontade de ir já para o recreio brincar e ficar a terminar de pintar o meu desenho. Eu sou capaz de tocar o solo em guitarra na festa de final de ano. Eu sou capaz de dizer ao João para parar de me chatear.
A autonomia trabalha-se em sala.

Eu tenho valor
Eu tenho receio de não conseguir fazer melhor e por isso não arrisco. Eu gosto de aprender e fui feito para aprender!
Todas as crianças têm dentro de si um enorme potencial. Basta saber ver e ajudar a trazer tudo isso cá para fora. Aposto que qualquer uma delas vai agradecer, mais tarde!





Eu sou responsável
Eu sou responsável pelas minhas escolhas e estou a aprender a lidar com a frustração de fazer escolhas erradas. Eu sou responsável por gerir as minhas emoções mas como ainda não o sei fazer muito bem, preciso que me mostrem como é que isso se faz. Eu sou responsável pelo meu material da escola e por arrumar esse mesmo material no final do dia.
E preciso de ajuda, que me acompanhem e corrijam porque só assim posso aprender. 


Estas 3 competências precisam de ser muito bem trabalhadas antes dos 6 anos de idade. 

Primeiro: porque o cérebro é capaz de absorver toda esta informação muito mais facilmente. Depois, porque a criança precisa desta ferramentas - são-lhe de enorme utilidade!
Segundo: porque estão na base da construção da forma de ser dessa criança. Até aos 6 anos a criança vai enraizar comportamentos e crenças. Depois dessa idade é mais difícil. Porquê? Porque teremos de desconstruir padrões de comportamentos e pensamentos menos favoráveis.

Vou fazer uma ação no Porto, de dia inteiro, sobre estas 3 competências para mostrar exatemente como é que elas podem ser trabalhadas. São bem-vindos todos os interessados que trabalhem com pais e crianças - professores, médicos, psicólogos, terapeutas, auxiliares, assistentes, enfermeiros - e, naturalmente, os pais.
Inscrições limitadas.

Email de contato: geral@dbarriga.pt 
Morada: Rua Sarmento Beires 339 4250-449 Porto
Telefone DBarriga: +351 938 359 665 | +351 220 120 945

3 comentários:

  1. Olá Magda,
    Adotei um menino de 11 anos q não teve essas competências trabalhadas. Hoje ele apresenta muitos problemas na escola, de aprendizagem e disciplina. Você conseguiria indicar um método, um caminho para trabalharmos com ele essa desconstrução/construção?
    Obrigada.
    Cristiana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cristiana,

      precisaria de saber mais mas a primeira base é a qualidade da vossa relação, a existência de afetos e regras que o orientam.

      Eliminar
    2. Cristiana,

      precisaria de saber mais mas a primeira base é a qualidade da vossa relação, a existência de afetos e regras que o orientam.

      Eliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share