Aprender a brincar com as crianças A Praça | RTP 16 Fev 2016 | Programa #19

6.4.16

É a brincar que a criança aprende a comunicar, a experimentar e a conhecer o mundo e as suas dinâmicas. Agora que sabes disto, o que vais escolher? Brincar ou não brincar?

Brincar é divertido – vindo de mim é estranho [eu não gosto de brincar] – e eu confesso que tenho de me lembrar que é – é só começar a participar na brincadeira. Confia em mim – eu sei disso por experiência – mas sim, tenho mesmo de forçar-me.

Brincar aproxima as pessoas e é das melhores formas de criar vínculo. E o vínculo é determinante para a parte da autoridade e obediência porque ninguém obedece se não se sentir “lincado” ao outro. Ponto final. Parágrafo.

Brincar ao fazer de conta ajuda a criança a colocar-se em situações que ela deseja enfrentar e a lidar com os seus medos [ah pois é, já tinhas pensado nisto?]

Ao brincar estamos a aumentar o vínculo com o nosso filho e é o vínculo que lhe dá a sensação de segurança e previne algumas ansiedades.

Ao brincar ajudamos o nosso filho a sentir-se amado e é uma forma muito rápida e efetiva de responder às necessidade de pertença, segurança e afeto deles

A TV é para descansar o corpo e a cabeça. Brincar é uma coisa física, envolve cabeça e corpo. E não os coloca mais excitados – au contraire – quando eles ‘exorcizam’ as tensões todas é meio caminho andado para começarem a desacelerar…

Brincar faz rir e rir juntos é fundamental!

E brincar aos maus e a coisas mais agressivas? E com pistolas?

1 comentário:

  1. Olá! Hoje fiz um post ao qual gostaria, com toda a sinceridade, de receber respostas de mães de referência. No caso de ter tempo:

    http://miliuma.pt/18-olhe-por-favor-posso-ser-mae-4879

    Obrigada!
    Helena Canhoto

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share