Segunda-Feira #34 - Organizar com a Lígia

14.9.15

Não sei ainda se é um come back das entrevistas que fazia, mas gostei tanto de a conhecer que acehi que merecia uma entrevista e a partilha de alguns posts que seguem no final desta entrevista.

É certo que caminho para o minimalismo mas ainda tenho um longo percurso pela frente. E é verdade que o livro da Marie Kondo me mudou a vida. Mas há momentos em que adoraria ter a Lígia comigo para me organizar melhor. Se fores como eu sabes que o importante não é ter sempre a casa impecável... mas que dá jeito, dá!

Estamos mais disponíveis, mais centrados, mais presentes nas nossas vidas e nas dos nossos filhos. Sei que, infelizmente, a desarrumação é um ponto de stress em muitas famílias e por isso só faz bem sabermos mais sobre organização e, sobretudo, destralhamento! E é aí que a Lígia entra.




Como surgiu a ideia deste projeto de organização?

A ideia surgiu há cerca de 3 anos, quando estava grávida da minha segunda filha. Procurava ideias na internet para conseguir organizar-me com duas crianças num quarto pequeno. Já sabia que existia a profissão de profissional organizer, mas naquele momento tive um clique. Estava também à procura de uma profissão em que pudesse trabalhar a partir de casa e ter mais tempo para as minhas filhas e comecei a interessar-me cada vez mais pela ideia de ser Organizer. Esta é uma profissão nova e praticamente desconhecida em Portugal.

Clica aqui para seguires o seu facebook!


Como foi a experiência inicial de trabalhar com as pessoas num país como o nosso?
Esta profissão está muito desenvolvida nos EUA e Brasil, mas em Portugal começa agora a dar os primeiros passos. Achei que ia ser muito fácil ajudar as pessoas a organizar a casa, que iria entrar facilmente na casa dos meus amigos e dizer " então vamos lá organizar". Mas percebi desde logo que era muito difícil, os meus amigos fugiam das minhas sessões gratuitas, quando entrava em casa de alguém queria começar a mudar as coisas, fazia comentários sobre o que eu achava, imaginava o resultado final. Acho que cometi todos os erros possíveis. As pessoas não gostam de ser invadidas no seu espaço. No ano passado, tive a oportunidade de começar a apresentar workshops organizados pela loja Deborla sobre Organização da Casa em várias cidades do país. Foi o lançamento do meu projeto. Aprendi muito sobre as pessoas, sobre o que gostam, o que causa mais stress, as coisas que mais acumulam, e as dificuldades em "destralhar". Foi muito interessante ter esta experiência e foi a partir daí que comecei a criar workshops e palestras sobre destralhar.






Como surgiram os workshops e palestras "Destralhar"?
Percebi que as pessoas ficavam muito atentas quando eu falava sobre destralhar nos workshops Deborla, a maioria das pessoas nunca tinha ouvido falar. Depois quando comecei a trabalhar na casa das pessoas verifiquei que as pessoas têm dificuldade em manter a casa organizada, porque têm excesso de coisas. Mas por outro lado não conseguem tomar decisões e retirar o que não é essencial, o que está apenas a ocupar espaço e não a ser utilizado. Foi então que decidi fazer uma palestra apenas sobre destralhar com a duração de 2h na Atmosfera M Porto, no qual abordava a importância de retirar da nossa casa e da nossa vida o que não nos faz feliz. Correu tão bem e tive feedback tão positivo, que desde então tenho repetivo estas palestras e workshops no Porto e na Madeira.

Que tipo de pessoa procuram os workshops?
A grande maioria das pessoas que participam nos workshops são mulheres, mães e com idades entre 35 e 55 anos. Sentem dificuldades em lidar com o stress do dia a dia, com as responsabilidades da casa, das rotinas dos filhos e do trabalho. Essencialmente sentem-se frustradas por não conseguir manter a casa arrumada.

Algum segredo para manter a casa arrumada, mesmo com filhos pequenos? 
Acredito que é possível manter a casa arrumada mesmo com filhos, mas não é possível ter uma casa sempre perfeita como as revistas mostram. Por exemplo, os brinquedos estão sempre espalhados por todo o lado? Então o segredo será reduzir a quantidade de brinquedos disponíves, encontrar uma "casa" para cada brinquedo, e ter um momento de arrumação por dia, que deve ser em conjunto com os filhos. No final do dia antes da hora de dormir os brinquedos vão para casa e as crianças para a cama. Parece muito simples, mas só funciona com estes 3 passos: 1. destralhar 2. cestos ou caixas de arrumação identificados 3. rotina de arrumação. As dificuldades surgem quando as crianças têm brinquedos a mais, quando não sabem onde guardar, e quando sentem que arrumar os brinquedos é um "castigo".




Leste o livro Arrume a sua Casa, Arrume a sua Vida? Qual a tua opinião sobre o método da Marie Kondo?
Li o livro no ano passado quando foi lançado. Fiquei curisa com o método revolucionário de Marie Kondo que estava a mudar o mundo e quis logo aplicar o método no armário da minha roupa. Segui todos os passos e a frase que achei mais marcante " Devemos perguntar a cada peça " Isto traz-me alegria?" se não traz, então deve ir para o lixo. ". Organizei o meu armário em 6 horas e mantêm-se organizado até hoje. Na verdade fiquei com tão pouca roupa que demoro poucos minutos a arrumar no dia a dia. Senti-me feliz no dia seguinte quando abri o armário para vestir-me, foi aquela sensação " UAU". Mas é importante referir que nem todas as pessoas conseguem seguir este método, é preciso dispensar muita energia física e emocional. Nem sempre as pessoas estão no momento certo para fazer esta mudança.



A Lígia :)



Existe um momento certo?

Na minha experiência com as pessoas que querem começar a ser organizadas, considero que existe o momento certo. Ou seja, aquele momento em que as pessoas sentem necessidade de mudar de vida, porque de alguma forma não estão felizes com a vida que têm. Quando apliquei o método Marie Kondo, foi num momento que percebi que tinha deixado de dar importância a mim própria, porque tinha duas filhas tão pequenas que as minhas energias estavam apenas centradas nelas. Um dia ao ver fotos antigas, percebi que nas fotos tinha sempre as mesmas roupas e fiquei chocada. 80% das roupas que tinha no armário tinham sido compradas há mais de 3 anos, antes delas nascerem. Esse foi o momento certo, senti necessidade de uma mudança radical, que iria ter influência na minha auto-estima, no trabalho, na relação com as pessoas mais próximas. Esta experiência ajudou-me a perceber o que sentem as pessoas quando começam a destralhar e a "tal felicidade interior".


"Workshop Destralhar a Casa"
Data: 19 setembro - Hora: 14 às 17h
Mais informações: geral@organizarcomligianoia.com
Inscrição: 30€, 15€ associados Montepio.
Inclui documentação.
Oferta de 1h de consultoria de organização presencial/online
Local: Atmosfera M Porto


Entretanto, e até lá, podes ler a Lígia nestes posts:
Arrumação de brinquedos

Organizar com a Rita (como é fazer consultoria com a Lígia!)

Capsule (que já ando a fazer! Top este post!)

Destralhar pelo método Marie Kondo


E quem já participou diz...

Joana S. 42 anos


O workshop sobre destralhar foi excelente. A Lígia Noia alia vastos conhecimentos sobre a matéria do destralhar a uma já considerável experiência, o que resulta numa combinação poderosa de informação útil e sobretudo de motivação para quem decide empreender uma tarefa desta envergadura. Sim, porque a tarefa é longa e exigente.

O workshop da Ligia funcionou como o catalisador daquilo que para mim era sentido como uma necessidade, a Ligia deu o tiro da partida dessa grande corrida do destralhamento que ainda não terminei mas de que já sinto os efeitos positivos.

A Ligia não se limita a transmitir informação. Com aquela sensibilidade, com aquele olhar atento que lhe é característico, ela adapta às regras do destralhar às especificidades de cada um.

A Ligia Noia é a Marie Kondo portuguesa.


Tânia L. 38 anos

O workshop foi fundamental para mudar a minha casa e, consequentemente, a minha vida! Ainda foi há pouco tempo mas sinto que estou completamente viciada pela organização (Até sonho com ela)! Tem tido reflexos extremamente bons na minha vida, não só em termos de imagem como em funcionalidade... e uma melhor logística familiar!!

Para mim destralhar é uma forma extraordinária de limpar a minha casa de tudo o que já não faz sentido nela. Sinto-me mais livre, a casa está mais 'em paz' e sinto que a energia positiva flui sem empecilhos ou obstáculos!! Sempre que destralho ganho muito mais do que perco, vendo ou dou. É a minha mente que se liberta de energia estagnada e a minha vida que evolui a todos os níveis.

1 comentário:

  1. Gostei dos links! Destralhar é preciso (em casa e na escola)!

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share