E quando o meu filho não quer ir para a escola? | A Praça | RTP 23 Set 2015

24.9.15

As borboletas na barriga estavam lá. Antes e no final. Durante senti-me tão à vontade que não pensei que estava em directo. Obrigada pelas palavras tão queridas que foram chegando durante a véspera e o dia!
Semanalmente vais encontrar neste blogue
Antes do programa - um teaser e o tema que vai ser levado A Praça
O link do programa com um resumo do que foi dito (e do que ficou por dizer).
Esta semana é assim:

O regresso às aulas é um momento de grande entusiasmo para pais e filhos. É verdade que muitos pais vivem tão intensamente [e por vezes mais, até!] quanto os seus filhos, os primeiros dias de escola.
Seguramente, que isso está atribuído à felicidade de verem os seus filhos crescer como também ligado ao entusiasmo de perceberem os miúdos começam a adquirir competências que serão necessárias no seu futuro.

É fundamental ver a escola como um lugar bom e como um lugar onde os nossos filhos vão passar uma grande parte das suas vidas. Ir para a escola, estudar, ter rotinas e responsabilidades fará (ou já faz) parte dos seus dias e, por isso mesmo, deverá ser visto como algo normal, que faz parte da vida. Sem mais, nem menos floreados.

Quando uma criança não quer ir para a escola é mais importante lidarmos com aquilo que ela sente do que tentá-la convencer, nessa altura, que 'vais ver, vais gostar, vais estar com os teus amigos, brincar, aprender!' Porquê?

Primeiro porque a criança não quer ser convencida. E quanto mais insistirmos que vai ser bom mais ela vai insistir que não quer, que quer ficar connosco ou apenas choramingar, criando-nos ainda mais angústia, aflição, receio e até mesmo embaraço (sim, embaraço por não sabermos lidar com a situação).

Por isso, e se o regresso à escola está a ser difícil, sugiro que sigas estas dicas:

1. Um beijinho antes de chegar à escola
Evitarás prolongar a despedida à porta da escola ou da sala, onde estão outras crianças a despedirem-se dos pais e, muito provavelmente, a chorar.

2. À chegada à porta, respira fundo e diz-lhe apenas 'Vá, um bom dia, para ti, meu amor!'; 'Dá cá 5, ciao!' e sorri e segue!

3. E se ele chorar? Acolhe os sentimentos dele. Diz-lhe, se for o caso, que sabes que ele preferia ficar em casa a brincar como ontem à noite e que isso vai ser possível! Agora é hora de ir para a escola. Diz-lhe isto recordando-te que a tua certeza e segurança são muito importantes!

4. Lembra-te  que a escola é um lugar bom e que tem pessoas competentes. A tua certeza, como disse acima, é que o vai ajudar a virar costas e ir para a escola.

5. Muito possivelmente o facto do teu filho chorar pode nao ter a ver com o facto de gostar ou nao da escola. Tem seguramente mais a ver com a separação que ele está a aprender a viver (mesmo que já ande na escola há 3 anos) e que é a forma dele lidar com a situação. Ainda é pequenino e está a aprender a fazer regulação emocional.

6. Respira fundo - faz parte.

7. Espreita a rubrica de ontem, na RTP, no Praça. Semanalmente vou andar por lá!



WORKSHOPS
Os próximos workshops (Novembro 2015 - Lisboa | Porto) estão mesmo à porta e, até ao final de Setembro tens a possibilidade de te inscrever com um valor de promoção! Espreita aqui e pede ais infos através do email info@parentalidadepositiva.com

2 comentários:

  1. Muito bem Magda, gostei imenso de ver: parabéns!
    Beijinhos da família toda :)

    ResponderEliminar
  2. Magda, Parabéns!! estavas super à vontade e correu muito bem! Parabéns pelo teu sucesso! Bjs Cristina Laranjeira

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share