Há dias em que se acorda, e se tem uma mensagem destas na inbox...

18.11.14


Agradeço que mantenha o meu texto anónimo, aqui vai o meu agradecimento, pedindo desde já desculpas por ser tão extenso…



Fui atraída pelas palavras “parentalidade positiva”… soou-me muito bem e pensei: “eu quero por isto em prática!”. Imediatamente a seguir encontrei o desafio “berra-me baixo”, parei e pensei (o que me pareceu uma eternidade) nos berros que dava constantemente nos últimos tempos.




Já não sei quanto tempo passou desde este fantástico dia em que me comprometi comigo mesma a aderir ao desafio “berra-me baixo”, mas o meu príncipe tem 3 anos e isto aconteceu logo assim que ele começou a “respingar”, portanto por volta de 1 ano, quando desenrolou a língua e começou a andar e com isso começaram os “não mexas aqui” e “não vás para ali”.

Esta pequena “introdução”, serviu para explicar que felizmente e graças ao Mum’s the boss, já não demoro a referida “eternidade” a pensar nos berros que tenho dado porque agora, acontecem sim, sou humana e nem sempre a cabeça se sobrepõe ao coração, os berros são ocasionais, por isso Muito obrigada!
[...]



Obrigada também a ti !Um grande beijinho!



Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share