4 + umas quantas dicas para lidares com o 'Tu não mandas em mim!'

17.11.14
E um belo dia, ao pedires ao teu filho para ajudar a pôr a mesa ele sai-se com um 'Tu não mandas em mim!' e tu pensas 'Ui, o que é isto? Como é que isto aconteceu?'.

E, de repente pode acontecer muita coisa: podem argumentar, podes dizer-lhe 'tu não me falas assim' ao que ele pode muito bem responder 'e tu também não' e, sem darmos por ela entrámos num diálogo de surdos impossível!

Como tu és o adulto e como provavelmente és tu que estás a ler este post, convido-te a experimentares o seguinte [experimenta! Não acredites nas minhas palavras - vai lá e faz acontecer isto e depois diz-me como foi].

1. Lembra-te que quando este tipo de 'respostas' acontecem, o vosso vínculo está fragilizado. Pode não ser muito ou até pode ser - tu saberás. 
2. Procura escutar para além das palavras: o que é que ele está mesmo a dizer-te? Que não gosta de pôr a mesa, que gostava que a mesa estivesse pronta todos os dias ou que não gosta que lhe estejam sempre a mandar fazer coisas?
3. Procura também lembrar-te se tens criado oportunidades para fazerem coisas que lhe dão prazer ou se fazem sempre e apenas as obrigações.
4.Mas ele não me pode responder assim, dizes tu... mas a verdade é que responde... e eu gostava que te lembrasses que não é possível lidares com este tipo de 'provocações' através de medidas autoritárias e sim através da criação de um vínculo importante. 

Questão que naturalmente te vais colocar agora: 
-E castigar ou ralhar não posso, esta agora!? 

Claro que podes! Ninguém te impede disso. O que é que vai acontecer quando ralhas e castigas?
Pois, isso tudo: na altura até pode resultar mas muito em breve terás uma situação muito semelhante e, aos poucos, os castigos e os ralhetes deixam de funcionar. E, aos pouquinhos, e quase sem te dares por isso, o vosso vínculo foi ficando cada vez mais pequeno, mais pequeno...e este tipo de respostas mais e mais frequentes... e aposto que não é isso que queres, pois não?

Pára lá um minuto e coloca-te do lado do teu filho. Muito possivelmente, para estar a dizer-te uma coisa destas é porque está desconectado de ti, sente-se pouco compreendido e não sabe lidar com os seus sentimentos. É possível que sinta que ninguém o escuta mesmo quando tu achas que sim... O que é que ele precisa? Que páres e o escutes, de facto! E não precisará sempre de lições.
Há pais que me dizem algumas vezes que se sentam com os filhos com calma e falam com eles com calma e lhes dizem as coisas.. com calma. Asseguram-me que os filhos prometem que vão fazer diferente da próxima vez mas a verdade é que a próxima vez é logo ali, ao virar da esquina e é o 'vira o disco e toca o mesmo'. Porquê? 
Porque aquilo que fizeram foi falarem com muita paciência e com calma MAS falharam no mais importante: não escutaram! É escutar, não é opinar! É fazer perguntas, ser curioso, sem adicionar. 
Queres experimentar? Não é simples, garanto que não é MAS vale todo o teu tempo e toda a pena!!
Não acredites no que te digo - experimenta!!! Posso estar apenas a querer passar-te uma rasteira e só saberás se experimentares. Depois vem cá contar como foi!

Eu sei que estás sempre a ler isto e é porque é apenas a mais pura das verdades.
As crianças soletram AMOR = TEMPO

Vem aí o Natal e só nesta altura do ano tens tantas formas de te conectares com eles sem ser com prendas. Usa-as em teu proveito e lembra-te que o processo é que tem de ser divertido - não é o produto final!
O importante é que possas fazer coisas COM os teus filhos e não para eles! O divertido está em fazerem juntos.

Se clicares neste link vais descobrir uma série de rituais que podes levar para tua casa. São situações fáceis de criar e que podes perfeitamente fazer já esta semana.

Preparar o advento 2 - calendário com actividades [imprimir e está a andar :) ]


Gostaste deste post? Partilha-o com amigos teus! 
Queres dar uma prenda boa a um amig@ teu? Adiciona-o a esta newsletter :)[pede-lhe o consentimento!]







1 comentário:

  1. A minha filha a partir dos 31 meses acha que eu não mando nela, quer fazer tudo sozinha escolher a roupa, comer, quando quer comer o que quer comer...pronto birras para tudo...coisa que nunca passei com o irmão nesta idade...parece impossível mas é verdade!!! Anda a dar com os meus nervos em doida..até porque claro com a idade dela ..nada sai bem feito..e tudo demora o triplo do tempo!!! Paciência e Compreensão tenho eu tido muita...Eu acho que ela é que não me compreende? Quem será que tem de escutar? Somos nós ou serão eles..POIS O TEMPO... Sim concordo ter tempo para os nossos filhos é o essencial...pois são crianças e não escolhem dias, e nem horas para fazer uma birra...e geralmente a minha começa logo de manhã onde o tempo escasseia e onde tudo é mais difícil!! Portanto o Não Mandas em Mim revela-se muito cedo na minha Opinião, mas sem dúvida é uma etapa importante na vida de uma criança onde ela cresce como pessoa e se torna independente mas eles tem de perceber que existem regras que devem ser cumpridas e um Pai alem de um grande amigo deve ser um Educado.

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share