ESPECIAL RITUAIS E ROTINAS : A IMPORTÂNCIA DAS SESTAS NO EQUILÍBRIO DOS NOSSOS FILHOS

26.9.14


Uma das rotinas mais importantes dos nossos filhos são as sestas.

Se o dia é enorme para nós, imagine-se para eles…

Por outro lado, é sabido que em termos de desenvolvimento cerebral, os 6 primeiros anos de uma criança são os anos mais importantes e o sono e o repouso têm um papel determinante nessa construção.

Usando um termo muito forte, considero um crime as escolas que ‘tiram’ as sestas dos mais pequenos.

Crime para as escolas que tiram as duas sestas antes dos 2,5 anos e crime as que tiram a única sesta a partir dos 4 anos.

Não só se devia dar a opção de escolha às famílias como considero que as sestas deveriam ser obrigatórias. Obrigatórias? Sim, obrigatórias.
Se fosse eu a decidir, todas as escolas deveriam ter um dormitório onde assegurariam que os miúdos tinham, pelo menos, 1 hora de descanso por dia, até à entrada na escola primária.

Os argumentos que se usa ‘temos de preparar os miúdos para o 1º ano’ não me convencem. Uma criança que descansou, que está sossegada, está mais concentrada, mais pausada e faz menos ‘birras’. Consequentemente, consegue escolher mais facilmente os seus comportamentos adequados, há menos conflitos, mais paz. Todos agradecem.

O argumento de ‘não aprende nada ou pouco’ também não me convence. Sei que quando estão repousados, com os sonos em dia, estão mais focados e concentrados e logo a capacidade em aprenderem está muito mais facilitada.

Na antiga escola da minha escola, os miúdos podiam dormir sempre que quisessem ou precisassem. Havia miúdos com 5 anos que precisavam de dormir e nunca se sentiram ‘mais pequenos’ por causa disso. Sim, há miúdos que vêem isso de forma desprestigiante – estou convencida que tem tudo a ver com a forma como se pinta o cenário – se lhes explicares que isso é importante e o porquê, eles entendem e são os próprios a dizerem que precisam de dormir…

Apetece-me criar um movimento para sensibilizar pais, educadores e escolas sobre a importância do dormir.


Que dizes?


Workshops:
O workshop A Questão da Obediência e da Autoridade | Lisboa, está praticamente fechado.
Descobre o workshop sobre a Auto-Estima para compreenderes como podes ajudar o teu filho a crescer de forma emocionalmente segura, fazendo as melhores escolhas, sendo feliz.

No Domingo 12 de Outubro, e em Lisboa, o workshop Pais Felizes = Filhos Felizes mostra-te como razes, na prática, a Educação e Parentalidade Positiva para os teus dias. Muito prático, este workshop é a grande base destes temas.


11 comentários:

  1. Sou mais ou menos contra essas coisas de forma obrigatória, porque acho que os miudos são muito diferentes e têm necessidades muito diferentes. Na escola das minhas filhas a sesta é até aos 4 anos, e como são salas mistas, os meninos do grupo dos 5 fazem algumas atividades enquanto os pequeninos dormem. Mas há uma flexibilidade. A minha filha mais velha parou de dormir sesta na semana em que fez 4 porque dormir na escola para ela era um suplicio e eu e a educadora achamos que não valia a pena. Mas dormia 13 h de noite, pelo que dormia bem e o suficiente. Acho que depende muito do que eles dormem de noite e do ritmo que têm, pelo que não veria com bons olhos essa obrigatoriedade. Se for uma boa escola, eles têm em conta a especificidade de cada menino. Acho que essa devia ser a solução.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Magda!
    Acho que pela primeira vez discordo de um post aqui!!!
    Na questão das sestas eu acho que depende de criança para criança. O meu filho tem quatro anos e anda no infantário onde só se tira a sesta aos 5. O meu filho nunca dormiu bem a sesta na escola, das cerca de duas horas que estão no dormitório o S. só domia 10-20m. ficando o restante tempo deitado às escuras à espera que os colegas acordassem. À noite era um filme para o deitar antes das 23h30 e acordá-lo antes das 9h30m, choro e birras quase todos os dias....Este ano quando voltou depois das férias, começou a dizer que não queria ir para a escola, por que tinha medo do dormitório e ficava lá muito tempo "sozinho". Depois de alguma insistência da minha parte lá consegui que não fosse para o dormitório e agora é ele que pede para ir dormir à noite e de manhã acorda muito bem disposto! A rotina do deitar e acordar tornou-se muito mais tranquila, devia obrigá-lo a dormir a sesta???
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não creio que se deva obrigar, claro que não. Quando eu digo obrigatório refiro-me a existir um espaço de descanso em que as crianças fazem isso mesmo... descansam. Não estão a brincar, não estão a fazer actividades. Repousam. Sim, isso eu sou de opinião que todas as creches deveriam ter. Há miúdos que vão dormir porque precisam, outros ficam pausados.
      O repouso e nomeadamente o sono são fundamentais para que a cabeça funcione. Diz-se que dormir é meio sustento e eu estou plenamente de acordo.
      Dito isto, cada caso é um cas o - há uma mae que vive fora de Portugal e deixou um contributo muito interessante e parece que, no caso dela nao faz sentido.
      Ainda assim, as escolas que tiram as sestas quando alguns miúdos tanto precisam, acho um crime e uma pena!
      Um beijinho, Bárbara!
      E obrigada pelo feedback!

      Eliminar
    2. Acontece exactamente o mesmo com o meu, Bárbara. Parecia que estava a descrevê-lo! Excepto na hora de deitar.
      Mas eu considero que devia haver sempre a opção de dormir no infantário. Quando consigo que ele durma, anda muito mais bem disposto ao fim do dia e adormece mais calmo.
      Concordo com a Magda.

      bjs

      Eliminar
  3. A minha filha mais nova foi para o infantário dos 2 para os 3 anos e lá também tiraram o dormir a sesta por questões logísticas. O que acontece é que a minha filha ficava de tal maneira birrenta que não jantava em condições e dps para dormir à noite era um verdadeiro filme. Não dormia por acumular de cansaço. Tive uma amiga que chegou a sugerir falar com o Pediatra por achar que ela tinha comportamentos de hiperatividade, tudo por causa da falta da sesta.
    O dormir com qualidade é muito importante e claro depende de criança para criança.
    Ainda hoje, com 4 anos, se não dormir + de 10 horas por noite no dia seguinte à sempre uma birra a espreitar ;).

    Beijinhos,
    Sandra M.

    ResponderEliminar
  4. Concordo em absoluto! O meu filho mais novo, que faz um ano e meio em Outubro, só tem uma sesta depois do almoço (dorme das 12h às 14 aprox.) e o resultado é que quando eu o vou buscar às 18h só tenho tempo de correr com ele para casa, dar banho, dar o jantar, brincar uns minutos e ele cai redondo na cama às 19h30, exausto e completamente podre. Se dormisse outra sesta na escola conseguiria estar mais tempo com ele. Mas eles só têm duas sestas na sala do berçário. Daí até à sala dos 4 é só uma sesta. E retiram a sesta apenas no último ano do jardim de infância, como preparação para a primária. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Ah, só mais uma coisa. O meu filho mais velho, que faz 5 em Janeiro, ainda tem direito a sesta. Muitos dos dias não tem sono, mas fica a descansar, a repousar, a abrandar o ritmo que eu também acho importante.

    ResponderEliminar
  6. Concordo em absoluto!
    Cada criança tem as suas necessidades e não quer dizer que todas tenham que dormir, mas deve existir a rotina da sesta (ou da pausa, para aquelas que não sintam mesmo necessidade de dormir).
    E muitos pais descuram a sesta por acharem que assim dormem melhor de noite. Depois, é vermos crianças a espernear no meio da rua...
    m dos motivos pelos quais não vou colocar a minha pequenita na pré antes dos 5 anos é precisamente esse: no colégio, deitam os miúdos, enquanto que na pública não.

    ResponderEliminar
  7. Também concordo com a obrigatoriedade das sestas! No caso da minha Beatriz (quase 5 anos), ela tem tanta necessidade da sua sestinha (embora não o admita) que, ao fim de semana, de cada vez que entramos no carro depois do almoço, ela adormece por mais de uma hora. E quase todos os dias adormece no carro ao fim da tarde quando a vamos buscar ao colégio.
    No colégio da Beatriz só fazem sesta nos 3 anos, mas facilitam uma caminha para os mais velhos que precisarem de dormir. Pedi cama para ela, mas só durou 2 semanas porque ela, apesar de dormir e se sentir melhor, sentia-se diminuída perante os amiguinhos...
    Beijinhos, Ana

    ResponderEliminar
  8. olha, sou 100% a favor da sesta. a minha filha, aos 5 anos não dorme, no entanto, ela precisa de um time out ocasional. precisa de silêncio e que os colegas se calem para depois retomarem as atividades. na escola deles há todas as condições para as crianças fazerem sesta até quando quiserem e assim é o que acontece com os meus filhos, no entanto custa-me aceitar que os acordem às 15:00 porque senão perdem as horas com a educadora. mas isso lá cabe na cabeça de alguém?! enfim, é o sistema e este em que estão inseridos nem é dos piores, como os tais de cortarem a sesta totalmente aos 3 anos (SOCORRO).

    A propósito também disto das sestas.
    Há uma lista na relação de turma da minha filha mais velha que pede aos pais as razões para os filhos fazerem sesta, e alguns deles alegam que os miúdos acordam pelas 6 da manhã. Os meus que são uns fidalgos, acordam pelas 8:30 - 9:00, resta-me lamentar que haja crianças que não possam descansar quando as suas vidas são tão puxadas.

    Queres fazer um manifesto, estou contigo!

    ResponderEliminar
  9. Concordo plenamente. Cláudia Alves

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share