Co-sleeping [vira o disco e toca o mesmo!]

29.7.14


Em tempos escrevi um post longo sobre o co-sleeping e que podes ler aqui.

Hoje partilho contigo o texto do Daniel Sampaio. Não poderia estar mais de acordo. Aprende-se a dormir e dormir é um sinal de independência saudável!

Na verdade, os pais que trabalham comigo a questão do sono com os filhos sabem justamente que aquilo que eu sublinho é que na maior parte dos casos os míudos não têm problemas de sono e sim problemas de afecto. E o afecto não pode ser dado só à noite e sim de dia.


A regra deverá ser: afecto antes de dormir, sossego depois, em camas separadas

Os meus argumentos contra o co-sleeping são outros. Considero que o desígnio fundamental da educação é o da autonomia, esse percurso singular que leva cada um a ser capaz de gerir a sua própria norma, ou seja, ter uma existência independente e confiante. Uma criança pequena não pode viver sozinha, mas pode construir o seu caminho para ser capaz de o fazer mais tarde. Assim, dormir sozinho faz parte desse percurso a percorrer. Até aos seis meses, a criança deve dormir num berço junto à cama dos pais, depois (no máximo com um ano) deverá ter o seu quarto e a sua cama, sempre que as condições da casa o permitam.


Daniel Sampaio, AQUI

3 comentários:

  1. Concordo e tenho dois casos bem sucedidos cá em casa!

    ResponderEliminar
  2. Concordo que as crianças devam aprender a dormir nas suas camas e que antes de dormir deve haver beijinhos, abraços e sossego.

    A minha filha foi para o quarto dela uma semana antes de fazer 1 ano porque eu não estava preparada... Acho que as coisas devem ser feitas com calma e quando mãe e filhos se sentem seguros.

    O que funciona com uns não funciona com outros...

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  3. Que reflexão tão bonita sobre educação.... :) esse parágrafo está lindo!... Apesar de posteriormente especificar a questão do dormir... muito obrigada pela partilha Magda! beijinhos! NF

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share