Serões/jantares espectaculares com os teus filhos

28.3.14




Confesso que quando chego a casa à noite, com os miúdos, muitas vezes desejo que o final da noite chegue para eles irem dormir e eu também... Ainda faço planos para fazer isto e aquilo depois de os deitar mas tantas vezes entro em estado de 'pré-coma' enquanto leio o livro à mais velha que não adiante.

No entanto, o que acabo de dizer não é bem verdade. Eu não desejo que eles vão logo para a cama - o que eu desejo são mesmo serões tranquilos. Como ter serões bons, então? Aqui fica, ponto a ponto, passo-a-passo:

1. Antes de tudo, escolhe um dia na semana em que vais fazer 'O' jantar da família. Sim, eu sei que todos os dias são o jantar da família, mas este é o especial. Escolhe o teu dia e mantém. E se te marcarem alguma coisa para esse dia, procura não desmarcar o compromisso mais importante que tens na tua semana: o dia especial com eles. Se tiveres mesmo de marcar nesse dia, marca antes com a 'tropa' de tua casa um novo dia. 

2. Baixa as expectativas - esta é básica. De início talvez dê um pouco de trabalho mas, ao longo das semanas vais ver que vais ganhar muito mais. Não só nesse dia como nos outros.

3. Este é 'O' momento em que vais ensinar coisas fixes aos teus filhos. Conta-lhes histórias, partilha com pompa e circunstância o teu dia. Tira fotos no teu trabalho e mostra-lhes como é lá. 

4. Trabalha a relação. Deixa-os tirar a rolha da tua garrafa e ouvir o 'pof'. Ou deixa-o abrir a garrafa de cerveja. 

5. Deixa-os participar. Lá em casa temos um quadro de quem é que põe a mesa, de quem é que tira, de quem é que vai buscar a sobremesa e de quem é que arruma os brinquedos [são eles, claro! nós fazemos o final, quando eles vão para a cama, embora volta e meia também possamos dar uma mão!]. Participação = cooperação = vínculo e que é diferente [falta-me o símbolo] de guerras familiares.

6. Planeia o que vais fazer com eles. Mais vale pouco do que muito porque garantes que fazem o que decidiram. Se eles quiserem muitas coisas, é simples: escreve e deixa para os outros dias. Negoceia, e lá está, deixa-os participar, escolher o que vai ser o jantar [convém mesmo planear com antecedência para correr bem!].

7. E depois do jantar? Tudo a arrumar em conjunto! Ou quem está destacado para esse serviço. E sim, os mais pequenos também podem ajudar, nem que seja a levar o copo para a máquina de lavar.
A miss cá de casa fez anos esta semana e uma das prendas que recebeu foi o 'Quem é quem'. Temos jogado este jogo em loop e tem sido óptimo! E o que a gente se ri! Rir é bom, aproxima as pessoas e liberta tensões. E brincar também faz isto tudo. Podes ler mais aqui sobre brincar a sério com os miúdos.

8. Talvez esta seja a decisão mais importante da semana: estar uma noite a sério com eles. É um desafio não fazer tudo em piloto automático. A ideia é que haja um dia da semana em que festejes e dês graças pela família que tens. Não tens de ter um motivo maior para celebrar - do meu ponto de vista este já é mesmo o melhor. Diz-lhes o que vai acontecer, escolham o VOSSO dia/noite e 'siga a marinha'. Diz-lhes que é a noite da família, a festa da família. Quem é que não gosta de festas? Eu cá adoro!








1 comentário:

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share