Como educar uma criança em 10 pontos [versão revista e aumentada] Susan Sontag

12.3.14
A minha amiga Margarida deixou-me este link sobre Como educar uma criança em 10 pontos, de acordo com a Susan Sontag.

Eu peguei no post e decidi fazer uma versão revista e aumentada.


Sê consistente
Procura fazer o que dizes e sempre. Se dizes que és uma pessoa pontual, sê. Se dizes que falas a verdade, então fala. Aquilo que fazes, a consistência e coerência ensina muito mais do que frases ou castigos.

Não o envergonhes nem gozes com ele à frente dos amigos [sejam eles teus amigos ou amigos dele]. E não acredites que o facto de dizeres que o António já não faz chichi na fralda à noite vai fazer com que ele deixe de o fazer. Possivelmente ele vai sentir-se inadequado, inseguro e exposto. Em vez de jogar a favor, pode jogar contra.

Não o elogies por algo que tem de ser exactamente como ele o fez.
Eu vou mais longe: não o elogies – pelo contrário, aprende a valorizar, sendo específica [sobre isto podes ler o post sobre ‘A moda dos elogios e doboa meu filho!’]. Sabias que elogiar constantemente uma criança é meio caminho andado para criares uma criança insegura? Lê este link.

Não o repreendas por algo que o autorizaste a fazer.

Rotina diária: comer, trabalhar, banho, dentes, quarto, história e cama.
Eu acrescento brincar, saltar, conversar

Não permitir que ele o monopolize quando você está com outras pessoas. A ideia, posta assim, incomoda-me um bocadinho. Para isto não acontecer, a única coisa que eu posso fazer é assegurar que o copo dos afectos do meu filho está cheio e que fui monopolizada por ele anteriormente.

Não lhe tires as fantasias infantis – as fadas, o pai natal – isso faz parte da beleza de se ser criança. Um dia vão embora.

Ensina-lhe que os adultos também têm o seu mundo e que este não lhe diz respeito.
Mais outra frase que, posta assim, me faz confusão. Eu prefiro dizer que há um mundo onde os adultos têm responsabilidades e oportunidades que a criança virá a ter um dia. O não dizer respeito… bom, prefiro retirar da frase !

Não assumas que porque tu não aprecias beterraba ele também não vai gostar

[sao 9 pontos... qual seria o teu 10º?]

1 comentário:

  1. Concordo plenamente. Já agora eu acrescentava também nas rotinas diárias um pouco de pensar (que abrange o conversar, claro), ligado à imaginação e à criatividade e ao saber opinar e/para resolver problemas:)
    Mas o mais engraçado deste post, para além do conteúdo propriamente dito, foi conhecer esta faceta de Susan Sontag, que eu só relacionava com a fotografia. Gstei.
    Rosa Lima Barreto

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share