A educação tradicional pode ser humilhante?

26.11.13


Na semana passada publiquei um post no Mãe Querida. Se ainda não conheces, dá um salto por lá.

Este foi o texto da semana passada.



A educação tradicional pode ser humilhante?

Sim, claro que pode!
Queres ver?
- Joaninha, dá-me um beijinho.
- Não dou.
- Como é? Que coisa mais feia!
- Não sou nada feia.
- Se não me dás um beijo és feia.
Independentemente de se achar bem ou mal obrigar uma criança a dar um beijo, é humilhante o que o adulto acaba de dizer. Aliás, como já disse anteriormente, esta é uma birra dos adultos.
Vamos por partes.
A criança ainda não integrou as regras sociais todas. A criança é impulso, ou seja, o prazer está à flor da pele e por isso, e até perto dos 6 anos, é-lhe difícil não dizer o que quer porque ainda está a adquirir competências sociais e a ‘domesticar’ o impulso. Está a aprender a viver em sociedade. Óptimo! Faz parte. É só uma aprendizagem, vai ter alturas em que vai querer/conseguir fazê-lo, outras não. E a nossa missão é orientá-la e guiá-la.
E educação não rima com humilhação nem punição.
Quando eu faço o shift no meu “andar de cima” [= cabeça] e passo a olhar para o meu filho como uma pessoa, com sentimentos e como uma pessoa em construção e em crescimento, então todo o meu discurso se adapta. Eu vou perceber que ali está uma pessoa que necessita de orientação. Ponto final. E a forma como vou comunicar a partir dalí é totalmente diferente.
É possível que da próxima vez lhe pergunte:
- Posso dar-te um beijo?
E se a resposta for não, então só tenho de lidar com a minha frustração. Porque, afinal de contas, quem lhe quer dar o beijo sou eu.

6 comentários:

  1. A minha detesta dar beijos, sempre detestou tanto que agora não os dá a ninguém, mas nunca lhe fiz esse jogo dos és feia. Não quer dá não dá e pronto. Quem não gosta olha temos pena mas não a vou obrigar nem criticar este tipo de coisas. Prefiro que seja bem educada e que seja feliz, meiga etc do que ande por aí a dar beijos ou outra coisa por achar que é menos do que é.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Magda. Sempre que aqui venho aprendo e tenho plena consciência de que me torno uma melhor mãe. Ou pelo menos que tento ser. :)

    ResponderEliminar
  3. Magda
    Precisava da sua ajuda. Gostaria de ter a sua opinião sobre o sistema adotado por muitas das escolas do pre-escolar e ensino basico, do quadro de turma das bolinhas do comportamento (vermelho-mau, amarelo-medio, verde-bom) individual de cada aluno. Eu discordo totalmente com o uso do mesmo. não acredito nos beneficios do mesmo. Para o meu filho, só serviu para piorar a sua auto-estima. E na minha filha mais nova, o assunto vai pelo mesmo caminho.
    Será que a Magda, me pode explicar porque é que ele é util e benefico (caso seja essa a sua opinião), ou então explicar porque é que não é util (caso não concorde) para eu rebater a ideia junto dos professores .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patrícia, olá! Vou repostar o post que escrevi sobre o assunto.
      Pelo que me diz, quem dá a 'nota' é a professora e não ha lugar a uma auto-avaliação e procura de melhoria do aluno, certo?
      Veja o post amanhã.
      Um beijinho

      Eliminar
  4. Sendo assim os seus filhos também não têm que dizer obrigada nem se faz favor, nem falar baixo em público, nem correr contra as pessoas. Afinal são os adultos que o querem pela criança até podia ser para sempre um bom selvagem. A Bia educação está fora de moda!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sugiro que leia de novo o post.
      Boa educação é algo que cabe e devia ser obrigatório em todo o lado. Não sei se está fora de moda, mas que falta em muito lado, isso falta.
      Sabe, ninguém nasce educado nem a saber tudo - é necessário guiar e mostrar como são as coisas. Com paciência e firmeza. E é sobre isso que este post fala - lembra aos pais que a nossa função é educar e educar, caro anónimo, não é humilhante.
      A sério, releia o texto.

      Eliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share