Guest Post : Redonda ou quadrada

3.10.13





Mesmo antes de partir de férias recebi um email "provocatório" da Magda: deveria escrever-lhe um guest post. OMG, logo a mim!, pensei eu. Respondi-lhe que ía de férias e que esse tempo seria útil para refletir sobre o meu papel de mãe e educadora.

Fui de férias e fartei-me de pensar e concluí algumas coisas, sendo que uma delas é o facto de eu estar a anos luz de ser a mãe que eu gostaria de ser. De uma forma um pouco aleatória e distraída vou estando de olho dos desafios da Magda, sobretudo o Berra-me Baixo, e penso que deveria alinhar nesta missão. Na minha tarefa de ser mãe reconheço que me falta a calma para ter bom senso, sou explosiva do tipo "eu prendo, eu mato, eu arrebento", mas se por um lado sou assim, por outro tenho imenso prazer em estar com os meus filhos, em pregar-lhes partidas, fazê-los rir e afogá-los em beijos e abraços. Nestes quatro anos de maternidade tenho-me empenhado em, dentro de vários limites, proporcionar experiências e vivências marcantes à minha filha (e agora também ao meu filho mais novinho). Como "uma experiência marcante" não me refiro propriamente a fazer uma viagem de sonho ou comprar um brinquedo fora de série, mas sim, comer um gelado pela primeira vez, sair para dar um passeio a pé à noite, visitar uma exposição, mandar pedras ao rio, entre outras coisas muito simples e que passado um grande intervalo de tempo ver que ela ainda se lembra de determinado pormenor dessa ocasião. Quando existe essa recordação, sinto-me realizada a 100% enquanto mãe. Creio que para além de tudo o que é suposto um pai fazer, cuidar, alimentar, educar, a minha missão mais importante é efectivamente proporcionar momentos marcantes na vida dos meus filhos.

Sei que isto vai parecer um cliché daqueles mais batidos e pirosos, mas de facto, desde que sou mãe que sou mais feliz, não propriamente porque os meus filhos me fazem sorrir todos os minutos do meu dia, mas porque devido à sua existência comecei a ver a vida com outros olhos. Comecei a redefinir as minhas prioridades e redifini-as de tal forma que acabei por me demitir do meu antigo emprego, que me preenchia e me proporcionava muita segurança, e apostei numa vida completamente diferente, financeiramente mais modesta mas muitíssimo mais próspera em qualidade de vida familiar. 



De um modo geral, acho que todos os pais fazem tudo para proporcionar uma boa vida aos filhos e eu também o faço, dentro das minhas limitações "logísticas" e de acordo com a minha perspetiva de vida. Apesar de me arrepender de milhares de defeitos que tenho e que uma e outra vez saltam à vista, gostaria que os meus filhos recordassem a mãe que tiveram como alguém que se divertia COM eles e que ficava maravilhada com os seus olhares de espanto quando eles viam algo novo pela primeira vez."

6 comentários:

  1. Adorei e estás no bom caminho, que eu bem vejo!!

    Beijinhos e à Magda tb, adoro esta rubrica!

    ResponderEliminar
  2. Ai, identifiquei-me tanto nestas palavras... E cito algumas: "Na minha tarefa de ser mãe reconheço que me falta a calma para ter bom senso, sou explosiva do tipo "eu prendo, eu mato, eu arrebento", mas se por um lado sou assim, por outro tenho imenso prazer em estar com os meus filhos, em pregar-lhes partidas, fazê-los rir e afogá-los em beijos e abraços. "; "Sei que isto vai parecer um cliché daqueles mais batidos e pirosos, mas de facto, desde que sou mãe que sou mais feliz, não propriamente porque os meus filhos me fazem sorrir todos os minutos do meu dia, mas porque devido à sua existência comecei a ver a vida com outros olhos."...
    Adorei conhecê-la, Sofia. Um blogue a seguir com atenção! :)
    Felicidades!

    ResponderEliminar
  3. Eu também gosto muito dessa Sofia :)
    Belo texto.
    Bjs à Magda e à Sofia.

    ResponderEliminar
  4. que fixe!! =)))
    e a sofia é, efectivamente, uma óptima mãe... que eu cá bem vejo de perto.

    ResponderEliminar
  5. foi um desafio fazer este (pequeno) texto, mas foi também uma reflexão que já há muito me devia.
    obrigada à Magda pela oportunidade!!!
    obrigada pelos vossos simpáticos comentários***

    ResponderEliminar
  6. A Sofia é 5*!
    Só podia gostar do post, sem pretensões, honesto, de uma mãe real.

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share