Projecto Solidariedade Social - fazer bem!

9.9.13

@IPST - Projecto Solidariedade Social - Dádiva de Sangue

Quem já leu esta página, sabe que, para além de ser coach e formadora nas áreas comportamentais, com especial destaque para a área da Educação e Parentalidade Positiva e da Felicidade, sabe também que sou Responsável dos Recursos Humanos de uma PME.

Uma das funções que tenho é organizar, uma vez por ano, o nosso Projecto de Solidariedade Social. A ideia é parar um dia no ano e, todos juntos, fazermos acontecer uma coisa boa na nossa Comunidade.

Para além de todas as responsabilidades que as empresas têm, há também um dever cívico.
E na nossa Empresa acreditamos que se actuarmos a esse nível estamos a ajudar e muito: gostamos da filosofia Pensa globalmente, actua localmente.

Assim, para além de termos tornado todos os nossos colaboradores sócios dos bombeiros da nossa zona, já lá vão uns bons 5 anos (com as quotas asseguradas pela Empresa), a ideia deste Projecto Anual de Solidariedade Social é que cada um de nós possa fazer algo para melhorar o mundo onde estamos.

E este ano, no Sábado dia 7, fomos dar sangue.

Alguns ficaram pela vontade de o fazer (por diferentes motivos), outros ficaram muito felizes por o terem feito pela primeira vez. Havia repetentes, também.

Mas este projecto anual vai mais longe - quer também reforçar o convívio entre todos os colegas. 
E por isso todos participamos na churrascada que se segue, lá na Empresa. A ideia é que possamos estar mais próximos uns dos outros, contar as nossas histórias, rir e recordar. E desengana-te se pensas que é complicado organizar uma coisa destas. Sabes o que é que é preciso? É preciso gostar de pessoas, gostar-se do grupo com quem se trabalha, saber que estas coisas fazem bem (a quem organiza, a quem participa e a quem recebe). O resto arranja-se. E todos, sem nenhuma excepção, ajudam!

No final da churrascada foi muito bom ouvir o nosso Administrador pedir-nos para fazermos por sermos felizes naquilo que fazemos. Foi bom ouvi-lo lembrar que há colaboradores que pertencem aos quadros há 36 anos, que se construíram e cresceram ali enquanto profissionais, enquanto se tornavam pais e agora avós até. E por isso tudo é importante que possamos ser felizes no trabalho. É que, para além dos valores materiais e de fazermos o nosso serviço, o mais importante é que outros valores venham primeiro: o do fazer o bem, com verdade, seriedade e esforço. Quando isto vem primeiro, tudo o resto também vem.

E eu, no final do dia, vim feliz, porque sei que cada vez mais as Empresas estão sensibilizadas para estas questões do dever cívico e da felicidade no trabalho. Todos sabemos que é no trabalho que passamos a maior parte do nosso tempo. Por isso, trabalhar para melhorar as condições de trabalho, o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas e sensibilizá-las para estas questões deixa-me muito feliz. 






As folhas de divulgação do IPST também dizem (para além daquelas que aqui vês):


Dás vida, asseguras o futuro. 
Já viste? Ao ajudar os outros, estás a aumentar os teus índices de felicidade. 


Os entendidos sabem disso: a melhor forma de sermos mais felizes é fazendo os outros mais felizes. A melhor forma é também dar graças por aquilo que temos. 

E eu dou graças por ter a oportunidade de fazer aquilo que faço. Todos os dias :)






3 comentários:

  1. Que sorte que tem por fazer estas actividades e que sorte que tem por ter um grupo de trabalho assim. O que mais me impressionou foi a vossa capacidade altruísta. Dar sangue e serem sócios dos bombeiros… Acho que todos deveríamos ser sócios! Que bonita ideia que me dá! Obrigada.
    Manuela

    ResponderEliminar
  2. De facto. Em Abril dei Sangue pela primeira vez e tornei-me potencial dadora de medula. Desmaiei quase no fim, mas lá se conseguiu salvar a bolsa. Há muito tempo que n sentia uma ansiedade tão boa. Foi o meu presente de anos para mim nesse dia. e foi dos melhores que já recebi :)

    ResponderEliminar
  3. Eu costumo dar sangue mas infelizmente não posso doar medula por causa da tiróide. Fiquei triste e decepcionada.

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share