Ouve-se cada uma...

23.8.13
A forma como nos expressamos diz tanto sobre nós. As palavras que usamos, a forma como nos contradizemos ou reforçamos... e até os actos falhados, revelam muito mais do que aquilo que nós pensamos.

Felizmente não andamos todos nesta canseira de analisar o que as pessoas dizem, mas fiquei mesmo intrigada com esta que ouvi - e que já ouvi tantas e tantas vezes - e hoje fez-se clique.

Crítica construtiva.

Crítica é deitar abaixo.
Construtiva, é valorizar.

E percebi que isto não existe.


Portanto, quando pensares em criticar construtivamente alguém, pensa outra vez. Cá para mim, se queres mesmo criticar de forma construtiva (admitindo a expressão :D) então diz simplesmente à pessoa onde é que ela pode melhorar. 

Digo eu - mas isto sou eu a criticar construtivamente!

3 comentários:

  1. Crítica não tem de ser "deitar abaixo"! Crítica tem a ver com um juízo, uma avaliação de algo. Por isso não me parece que "crítica construtiva" traduza uma realidade impossível. Implica que se faz uma avaliação precisamente no sentido que a Magda escreveu, de ajudar a melhorar.

    Para mim o problema está em dizer-se uma quantidade de coisas que só "deitam abaixo" e, no fim, dizer algo como "Não leves a mal, isto era só uma crítica construtiva!"... quando obviamente não era.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Bruxa Mimi . Sim concordo! Crítica não tem de ser deitar abaixo. Mas é o que se ouve, quando usamos a palavra. Aliás, quando escrevi este post fui ver o significado da palavra crítica e de facto tem uma conotação mais negativa que positiva. Por isso é que gosto de usar a palavra observação ou sugestão - no sentido em que vou apontar formas de melhoria - dessa forma as pessoas não ficam logo na defensiva e não verão o que vou dizer como apontar o dedo e sim com o objectivo de melhorar.
      Mas não podia estar mais de acordo com a sua última frase :)

      Beijinhos

      Magda

      Eliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share