Conclusões...

29.7.13
O desafio chamava-se D-E-S-L-I-G-A.
A ideia era mesmo teres a TV desligada uma semana. 
Pelo feedback que me foi chegando, o mais difícil foi convencer os homens. Na hora das notícias ou na hora do relax. 

Percebi também, pelo feedback que me foram enviando, que a maior parte das pessoas que aderiram, já vêem muito pouca TV. Há outros casos mas, a maior parte, já estava neste grupo. Havia uma até que me disse que não podia aderir porque não tinha televisor. :) 

A ideia principal era aumentar o vínculo com os pequenos e também, claro está, entre o casal.

Como sabes, cá em casa há televisor mas não há nenhum canal de TV. Eu fiz o desafio à minha maneira. E nesta semana aconteceram coisas muito mas muito fixes. Vou contar-te tudo tim-tim por tim-tim.

Quando lancei este desafio sabia que eu não iria participar nele. Aliás, esta foi a semana em que vimos o filme mais bonito do mundo. Se eu tivesse realizado um filme, este seria o tal. Por isso houve TV.

Mas eu precisava de me desligar. Não da TV mas da rede. E decidi reduzir a minha exposição à rede a um total de 45 mnts diários.

Como é que fiz?
- Tinha já há algum tempo colocado no google chrome uma espécie de aplicação que me desliga o Facebook ao fim do tempo máximo que eu defini - a Rita tinha publicado uma coisa destas uma vez. Eu tinha-lhe trocado as voltas [não à Rita mas à aplicação], entrando pelo Google normal ou pelo Safari. Esta semana só entrei pelo Chrome.

- Tenho os emails e uma série de coisas no telemóvel ligadas. Não desliguei aquilo tudo [e por isso é que me vêem online mas a maior parte das vezes tenho o telemóvel pousado e com a capa a tapar o écran] que não respondo. Optei por, quando visse as notificações, não responder. Fi-lo 2 ou 3 vezes numa semana porque eram situações mais ou menos importantes. Podia ter deixado tudo para a noite? Podia! Mas também nessa altura me desliguei.

- Saí de casa - como sabes, parte do meu trabalho é realizado no escritório de casa. Saí de casa. Levei uma ligação móvel mas usei só mesmo quando precisei. Trabalho offline.

Se senti falta da rede? Não. Percebi que há uns tempos atrás tinha de ir ver o feed de hora em hora. Esta semana acedi apenas à hora do almoço, enquanto aguardava pelo prato. E na 6ª de manhã, enquanto actualizava o blogue e o Facebook. 

Percebi que posso continuar a ter vida na rede mas não estou tão 'intoxicada' como estava. 

Percebi que há conteúdos de sites e blogues que não me interessam e actualizei os blogues que sigo.

Deixei de clicar em tudo quanto é posts no facebook - too much info!

E nem de propósito, a Mariana Só Sedas cria esta semana uma página top [My Zen Moment ] para aprendermos a meditar todos os dias. Alinhei [acho que é tudo a conspirar :) ]. Nunca o tinha feito com este compromisso na cabeça. Concentrei-me apenas na respiração e percebi que tudo em mim baixou de ritmo. O coração e os pensamentos. Deixar de pensar, de fazer listas mentais, de criar cenários é dificil. Sobretudo para quem está sempre a pensar, a ter ideias. Soube-me bem por esse momento mais zen mas sobretudo por perceber que fui capaz, que não achei uma seca (ok, foram 10 mnts com timmer) e que não adormeci :)
Objectivo? Fazer isto durante 21 dias para que se torne um hábito.

- Na 6ª de manhã ouvi, na RFM alguém a falar que o Facebook está a deixar de ser cool em alguns países. Não tem a ver com a plataforma em si mas sim com o facto de alguns dos nossos amigos postarem coisas com pouco interesse e de serem poucos aqueles que partilham coisas de jeito. Ou seja, mais do mesmo deixa de interessar, sobretudo quando a coisa se torna viral. 

- Decidi que vou continuar neste registo. Não vou fazer o dia sem internet - até porque é uma ferramenta muito importante para mim mas vou optimizar o seu uso. Quando estou lá, ou é para trabalhar, pesquisar, publicar. Irei com um objectivo. E não em 'random'. Este post que estás a ler vai ser programado para o leres na 2ª Feira. Até lá, vou trabalhando noutros conteúdos para continuar a minha missão: inspirar-te para o teu papel de educador.

- Cheguei à conclusão que o próximo desafio é D-E-S-L-I-G-A - te da REDE. Que dizes?


4 comentários:

  1. Gostei muito Mum. EU adiro concerteza ao D-E-S-L-I-G-A E LIGA-TE AOS TEUS. bjs

    ResponderEliminar
  2. É sem dúvida um bom desafio!

    ResponderEliminar
  3. Magda,
    O desafio D-E-S-L-I-G-A aqui em casa foi muito bem sucedido! Confesso que para mim não foi bem um desafio porque já o vou fazendo habitualmente e espero ansiosamente pelo D-E-S-L-I-G-A-te da REDE. Esse sim acho que me vai fazer bem, me vai mudar e vou fazer algo de bom por mim. Identifico-me totalmente com o que disse relativamente ao otimizar o uso da internet, e não vir aqui apenas porque sim! Isso vai ser um mega-desafio e que eu sei que, sendo bem sucedido, melhorará muitos aspetos da minha gestão de tempo e quotidiano.

    Bjs!

    ResponderEliminar
  4. Há pouco comentei, mas como não vejo aqui nada, devo ter sido azelha e não cheguei a publicar!
    Queria apenas dizer que este desafio correu muito bem, apesar de não ter sido verdadeiramente um desafio para mim pois eu já o fazia com regularidade. Já o que se antevê (desligar-se da rede! Medo!) promete! Esse desafio eu quero, e eu preciso! Já tento fazê-lo mas isto vai ser um grande incentivo. Tal e qual como a Magda diz, necessito otimizar o tempo em que estou conectada. Fazê-lo produtivo e não só ir vir à net porque sim... Aguardo pacientemente enquanto me vou mentalizando :)

    Beijinhos! Sou sua fã!

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share