Ficar com as dores...

21.3.13


A única coisa boa no facto dos bebés terem cólicas é o uso mais regular do sling.
No nosso caso, a posição no sling ajuda. Volta e meia vem cólica grande, ele lá esperneia, grita e depois acalma... 
Continuo a desejar que chegue o terceiro mês para que isto passe... foi assim com a mais velha, será assim com este.
Sei que os bebés, até aos 12 meses (9 na barriga mais 3 cá fora) são tipo feto... e que o desenvolvimento dos intestinos é concluído nesses 3 meses após a saída da barriga. Há meninos que passam sem dores, outros que as têm... mas há uma questão que me intriga e que é esta:

'ah, ele ficou com as dores...?'

explica-me lá, tim tim por tim tim o que é que isto quer dizer? É que os meus pós-partos são muito maus e é normal dizerem-me 'ah, ficaste tu com as dores...!' 

Afinal de contas, é possível dividir as dores? E quando nem mãe nem bebé têm dores... onde é que elas ficam?


15 comentários:

  1. Muito sinceramente, não sei onde poderão ficar... só sei que aquilo que o pediatra do meu filho me disse é que muitas dessas cólicas, para além de estarem associadas a essa questão fisiológica,também se devem à adaptação do bebé ao mundo exterior.Se reflectirmos um pouco sobre isso, é bem capaz de assim ser, afinal deve ser um choque tremendo para o ser humano essa mudança.Acho até um pouco agressivo mas a natureza lá sabe...Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Esqueci-me dizer que a foto está linda!
    Bebé fofinho :)

    ResponderEliminar
  3. SuFerreira21 março, 2013

    Existe um a crença popular que diz que quando o parto é doloroso para a mãe o bebé não tem dores, uma vez que as ditas ficaram na mãe… Quando o parto é “bom” e pouco sofrido para a mãe, o bebé vem/fica com as dores (cólicas)! Esta explicação vale o que vale mas é uma antiga “teoria” que explica este tipo de comentários.

    ResponderEliminar
  4. Filipa Simões21 março, 2013

    Pois, dizem que a mãe fica com as "dores tortas"...
    Nunca entendi!

    ResponderEliminar
  5. A crença popular bateu-me à porta - Filha Santa mas as dores de parto ficaram em mim um par de meses!

    ResponderEliminar
  6. Cólicas à parte, gostava mesmo de saber porque é que pareço ser a única mãe deste mundo que não consegue andar com o bébé no sling. Alguma coisa devo fazer de errado ...

    ResponderEliminar
  7. O meu parto (normal) foi santo! Já o pós parto foi terrível! Uma semana e meia em que só conseguia estar deitada de tanto que me doiam os pontos. Mas ainda assim a C. não escapou! Teve tantas, mas tantas cólicas que passava noites inteiras com ela ao colo, a fazer massagens, etc, etc... Mas também foi assim só até aos 2 meses! Acho que no nosso caso dividimos as dores!! :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. Pois, a mim disseram-me vezes sem conta que foi ele que ficou "com as dores". De facto, tive um excelente pós-parto, mas um parto de fugir. :) Em que ficamos? :)

    ResponderEliminar
  9. nunca tinha ouvido tal coisa! ditos populares...

    ResponderEliminar
  10. E se o bebé e a mãe sofrerem no parto e mesmo assim eu ficar com dores (costas) durante 3 meses e eles cólicas durante 4 meses + 1 qd começaram as papas? Não faz muito sentido!!!

    ResponderEliminar
  11. Eu tive duas cesarianas, e já me vieram (outra vez) com essa história... é mais uma! Com o sling melhora? o meu, se estiver a chorar, não suporta estar lá dentro! bjs

    ResponderEliminar
  12. SuFerreira22 março, 2013

    Cat, não, não é a única! Também eu nunca consegui "encaixar" devidamente o meu filho no sling!!!
    Cheguei a ver videos, verdadeiros manuais de instruções para slings, mas nunca nos sentimos confortáveis na sua utilização, nem ele nem eu...
    O meu bebé sempre teve umas "dimensões" perfeitamente normais, logo, nunca consegui perceber esta impossibilidade!
    Só quando começou a ficar maiorzinho e já se sentava o uso do sling se mostrou mais confortável!

    ResponderEliminar
  13. Eh eh eh as coisas que se aprendem... nunca tal tinha ouvido, e não se aplicou para estes lados. Qto ao sling, o meu mais velho odiava porque não conseguia ver nada, a mais nova adorava ficar encaixadinha, e eu não só jantava com ela no sling (na hora da cólica, lá está), como dava um jeitão para ir com o mais velho ao parque.

    ResponderEliminar
  14. Bem, nunca tinha ouvido essa expressão... mas por aqui, o pós-parto foi terrível (quase 1mês e meio de dores e de "bóia" atrás) e as cólicas também! O contacto pele-a-pele alivia e ajuda muito o bebé ;)
    Cat: Não é a única, aqui tem mais uma! Sling além de dores nas costas da mãe (pelo peso distribuído só num lado) não é tão fácil assim de se adaptar e por vezes depende do tamanho do bebé. Aliás, tenho uma amiga que me emprestou o dela a dizer "vê lá se te orientas com este, que é regulável e tudo... eu não consegui" e o certo é que eu e a minha piolha também não (e experimentámos os reguláveis e os não)! Os panos e/ou mochilas ergonómicas são bem mais fáceis de utilizar e permitem fazê-lo durante mais tempo, além de possibilitarem uma distribuição de peso correcta para quem carrega. ;)

    ResponderEliminar
  15. Su Ferreira e Anónimo, obrigada, acreditem que me sinto bem melhor :)

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share