Et c'est parti! (desafio Berra-me baixo!)

1.3.13


E começa hoje um mês do 'Berra-me baixo'.

Como disse AQUI, a ideia não é não berrar. A ideia não é não ralhar. 

A ideia é melhorar os relacionamentos.

A ideia não é sermos fundamentalistas e 'ai meu deus que agora nem podemos levantar a voz aos nossos filhos' e que esta coisa da parentalidade positiva é uma moda! Nada disso! A ideia é esta:

Se eu sinto que grito em demasia com os meus filhos e se eu quero e acho que consigo fazer melhor, então aproveito a onda deste desafio e junto-me a uma série de outras pessoas e, durante um mês, berro muito baixinho com eles.

Porque, como disse AQUI, não é por berrar mais alto que os meus filhos (e as outras pessoas em geral) vão fazer aquilo que eu digo. A ideia é controlar-me. A ideia é arranjar estratégias para passar a mensagem e, acima de tudo, ser escutada. A ideia é respeitar quem me ouve mas também respeitar-me.

A ideia é provar que conseguimos fazê-lo! A ideia de um desafio espicaça a pessoa competidora que há em nós! A ideia é mudar comportamentos e melhorar relações e provar a cada um de nós que aqui participa que somos capazes!

Ladies and gentlemen, o desafio está lançado! Hoje é o primeiro dia!


Parabéns a ti que aderiste a este desafio! 

Deixa o teu nome e contacto email AQUI para saber quant@s somos!

18 comentários:

  1. Paula Lourenço
    Paulalourenco1@gmail.com

    ResponderEliminar
  2. Maria Ribeiro Vincent02 Março, 2013

    bom, isto promete... quando se tem 4 indios em casa, que monopolizam tudo, so um berrito de vez em quando é que os consegue parar... pois eu sei, nao é a melhor soluçao, mas também nunca disse a ninguém que era perfeita ;) . Vai ser dificil, pois tenho as cordas vocais à flor da pele :D mas vou tentar!

    ResponderEliminar
  3. Parece-me que a idade da minha filha (18anos) não é bem aquela que aparece nos vossos comentários. No entanto, acho pertinente haver algum testemunho relacionado com a juventude, que é para lá que todos os pequeninos caminham...e vão ver que é rapidinho!Achei esta iniciativa muito interessante, uma forma de controlarmos o nosso stress e pensarmos um pouco antes de levantar a voz. Com a minha filha, por vezes, também dou por mim a falar mais alto do que devia, embora ela já seja adulta.Mas o facto de protegermos os filhos, por vezes, inconscientemente, fomenta jovens imaturos, apesar de responsáveis.
    Sou educadora de infância e será também na minha sala de 20 aluninhos o local ideal para operacionalizar técnicas de relaxamento e de calma,que são sempre boas para eles e para nós. Parabéns pela iniciativa/desafio.
    Rosa Lima Barreto

    ResponderEliminar
  4. Acho que sim, vai dar mesmo jeito...tanto em casa como no trabalho(sou educadora de infância). O stress por vezes é mesmo de gritos! Depois quem paga são os filhotes e os aluninhos. Vou esforçar-me mais e melhor, é realmente uma aprendizagem, pode ser que resulte bem e que e que se prolongue ...até pode ser que me habitue para sempre, seria tão bom :)
    Parabéns pela iniciativa/desafio
    Rosa Lima Barreto

    ResponderEliminar
  5. Cá estou em, na continuidade de janeiro, não foi nada fácil, mas também por eu ter ficado doente. Doente não somos "boas" pessoas! Comecei a praticar Yoga à 15 dias e apesar de começar reticente tenho percebido que estou mais calma. Confesso que nem sempre é fácil, sobretudo depois de um dia intenso de trabalho, mas disso os filhos não tem culpa.
    Vamos a isto!

    Maria Lurdes ( Maria Azevedo)

    ResponderEliminar
  6. Todos os dias me levanto ou saio do trabalho a pensar: hoje não vou gritar... e todos os dias falha! Chamo à atenção 10 vezes antes de levantar a voz, explico, peço, mas parece que a miúda está programada para só reagir quando subo o tom. Está numa fase de total distração, nunca faz nada quando lhe dizemos, se é que chega a fazer de todo, contesta tudo, faz um drama de cada contrariedade. Vou continuar a insistir, mas para arranque de desafio está bem complicado.

    ResponderEliminar
  7. Acabo de aderir ao Desafio, pricipalmente porque o meu piqueno mais novo está na fase das birras e as últimas duas semanas têm sido um inferno. Mas decidi que assim não pode continuar, não é bom para ele, nem para mim e nem para o resto da família e respieri fundo e lá vou tentar controlar os berros e zangas.
    Vamos ver como corre, que isto de registar num blog até dá jeito para ler depois.

    Beijinhos e continue que adoro ler o seu blog

    PS: Vou colocando os progressos no blog sempre que puder http://mae48horaspordia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Resolvi partilhar como consigo levar o mais velho para a mesa a horas (quer dizer nem sempre resulta...)quando quero e espero que ajude outros pais.
    Vejam no blog em http://mae48horaspordia.blogspot.pt/.

    ResponderEliminar
  9. A minha teoria é simples, pensar antes de agir. E também fingir que não ouço bem, isto é em casa (com uma filhota de 18 anos)! Tem dado resultado.
    Na escola com os pequeninos, nem preciso alterar-me muito, eles estão sempre a lembrar-me e a lembrarem-se "Berra-me baixo", é o slogan que está pintado à nossa porta e que eles repetem constantemente, por isso está a ser autocorretivo para todos os intervenientes. Isto foi mesmo uma grande ideia!!! Veio para ficar...
    Rosa Lima Barreto

    ResponderEliminar
  10. Olá! Apenas ontem descobri e Mum's the boss e já comecei a obter resultados! O meu pilantrinha de 4 anos é um ser incrível, como não podia deixar de ser, claro! :-), mas de uma teimosia igualmente incrível. Já temos tentado várias abordagens, e destaco o tentado porque efectivamente acabamos por as abandonar ainda antes de darem algum resultado muitas vezes também porque não sabemos se é a abordagem correcta... Bom, o que queria dizer é que depois de ontem, e de ter mostado ao meu marido o blog e de termos ficado a conversar sobre toda esta temática de como fazermos as coisas sem tanta teimosia, tensão e pouca obediência por parte do nosso rapaz, toda a manhã de hoje funcionou melhor! O facto de termos mostrado uma maior empatia pelos seus sentimentos e termos apresentado inúmeros motivos sem termos levantar a voz, independentemente do caminho que ele tentava arranjar para conseguir o que ele queria, e não o que nós queríamos, levou a um terno "Também mamã, eu faço". Por isso cá estou eu! Estamos já a meio do mês mas nunca é tarde para começar!

    ResponderEliminar
  11. Deixo aqui o testemunho de minha 1ª semana de desafio. http://noreinodos7.blogspot.pt/2013/03/berra-me-baixo-o-desenrolar.html
    E quero agradecer-lhe, pois graças a este desafio tudo corre muito melhor e com mais tranquilidade.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  12. Deixo aqui o meu testemunho de 1ª semana do Berra-me Baixo! http://noreinodos7.blogspot.pt/2013/03/berra-me-baixo-o-desenrolar.html
    E quero agradecer-lhe, pois graças a este desafio tudo se desenrola com mais calma e tranquilidade.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  13. "Berra-me baixo report": http://osdiasdabi.blogspot.pt/2013/03/berra-me-baixo-report.html

    Está a correr bem!! :))

    ResponderEliminar
  14. Olá Magda,
    Um instantinho, apenas para lhe agradecer o que tem feito por mim.
    http://coracaod3mae.blogspot.pt/2013/03/desafio-berra-me-baixo.html
    Beijinho e bem haja!

    ResponderEliminar
  15. Magda, só uma questão
    Quem se submeter ao desafio recebe intruções em como fazer, em como conseguir fazer, ou simplesmente se desafia, a si próprio a fazer?

    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anónimo,
      a ver se em Maio eu consigo enviar uns posts directamente para quem se inscreveu...! Vou publicando algumas coisas mas gostava de fazer algo mais personalizado. Vamos ver se nessa altura já tenho mais disponibilidade (baby obliges!). Mas a ideia é essa, eu desafio-me a mim própria :) Espero ter respondido! Ah! E vá deixando feedback semanal no post :D
      beijinhos

      Eliminar
  16. Só conheci o Mum's the boss agora, através do Todos por um (do menino Rodrigo), e para mim seria um sonho realizado se conseguir ultrapassar este desafio "Berra-me baixo" tenho duas princesas e ando só na gritaria com elas, principalmente com a menor de (2 anos) que é muito esperta e terrivelmente teimosa. Adorei o desafio e vou começar a partir de hoje. Boa sorte para mim e para as outras mamãs e papás, porque convenhamos não é uma tarefa fácil esta.

    ResponderEliminar

Conta lá qual é a tua teoria ;)

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share