Todos diferentes, todos iguais

16.1.13
Filha és, mãe serás... e pronto, estamos destinadas a educar da mesma forma que nos educaram. E quando jurámos que nunca, mas nunca na vida iríamos dizer ou fazer aquilo, é com um arrepio que nos ouvimos repetir as mesmas palavras e os mesmos gestos que as nossas mães.

Mas vá-lá que alguém inventou o livre arbítrio e o cérebro... porque por muito que a nossa tendência seja fazer igual ao que fizeram connosco, com um pouco de esforço podemos fazer diferente.

A Rute, do blogue AR World enviou-me um email com uma proposta - colocar no meu blogue e no dela a questão:




 

O que é que farias tal e qual (pronto, muito parecido) ao que os teus pais fizeram contigo?




E o que é que farias em justa oposição (ou simplesmente um bocadinho diferente ou melhor) do que os teus pais?



Conta-nos tudo! 

E obrigada Rute por esta ideia tão interessante!




Site AQUI
Facebook AQUI
Blogue AQUI

2 comentários:

  1. Tal e qual: em primeiro lugar o mimo, porque acho mesmo que não há abraços nem beijos a mais. Em segundo lugar, a confiança, a crença em mim, nas minhas capacidades, o incentivo.

    Diferente: o alheamento relativamente à música. Acho que a educação musical é fundamental no desenvolvimento de uma criança e por isso gosto que o meu pequeno tenha contacto, desde muito cedo, com a música. Eu não tive, nunca fui despertada pelos meus pais para isso e isso fez-me e faz-me falta.

    ResponderEliminar
  2. Diferente: mais tempo disponível, mais brincadeira, mais mimo...
    Tal e qual:o incentivo...

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share