Preciso de testemunhas...

19.1.13



Este blogue existe com um único objectivo: inspirar-te para o teu papel de educador, sejas tu mãe, pai, tio, avó, irmã ou educadora. 

Hoje peço-te que respondas a esta questão: com uma frase, uma palavra ou até um pequeno testemunho. Daí o título da mensagem!! :)




- O que é que de mais importante aprendeste aqui no blogue? 

- Em que é que ele te inspira?


Afinal são duas questões... :)

Muito obrigada! 




Site AQUI
Facebook AQUI
Blogue AQUI

25 comentários:

  1. 1 - que os pais também fazem birras :-) (e isso ajuda-me a colocar muita coisa em perspectiva)
    2 - a ver o copo cheio :-)

    ResponderEliminar
  2. Aprendi:

    A ter calma; a respirar fundo; a compreender melhor; a ter mais paciência e a pôr-me, muitas vezes, no lugar dos outros (sobretudo das crianças, mas a premissa é válida entre adultos); a admitir que erramos muitas vezes; a reflectir a falta de estratégias para com os nossos filhos e sobretudo aprendi que quanto mais feliz eu sou mais felicidade conseguirei transmitir/espalhar. Aprendo, todos os dias, através de frases, pensamentos ou mesmo de constatações (tuas) que afinal eu nasci para isto. Ser mãe não é fácil, mas é o que eu sei fazer melhor e é o que maior prazer me dá <3
    Identifico-me imenso e aprendo muito contigo. Keep on going ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, minha querida! Um grande grande beijnho <3

      Eliminar
  3. Ora cá vamos: Não sou de escrever ou falar muito e,não quero, por isso, alongar-me a explicar: sou leitora novata deste blog mas aprendi que tenho as mesmas preoupações sobre a educação, saber estar, saber amar, são iguais a por tanta mãe do nosso Portugal. Mum's, tenho a sua idade: o meu menino acordou agora da sesta e veio ter comigo, dei-lhe muitos beijos e desejo acima de tudo: estar a fazer tudo correcto, tudo bem - que ele seja feliz e que não lhe falte nada - e as leituras dos seus textos ajudam-me a ter a certeza que estou no bom caminho. Obrigada. Tânia Leonor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OlÁ Tânia, somos todas iguais, não é? Muito obrigada pelo seu feedback :)

      Eliminar
  4. 1- Aprendi a respirar fundo e a pensar ainda mais uma vez numa solução possível. Aprendi que há mais mães sem culpa e que não há que sentir culpa de não sentir culpa...ahaha pica miolos. Aprendi bastante, e principalmente fui direccionada para outros mundo maternos/paternos que é sempre bom conhecer para melhor perspectivar o nosso.

    2- Inspira-me a ser melhor...sem obsessão e sem cansaço desnecessário, e com muito boa disposição.

    Este é definitivamente um BLOGUE BEM DISPOSTO!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anita, um beijinho... e vamos lá tratar daquelas férias :)))
      Que assim o blogue ainda fica mais bem disposto! Um beijinho! Obrigada!

      Eliminar
  5. Antes de mais, gosto muito deste cantinho!!!

    1- Com este blogue aprendi a refletir acompanhada e orientada sobre o meu papel de mãe e de professora.

    2- Inspira-me a ser mais tranquila enquanto educadora e a perceber que tudo é MESMO possível, mas ao nosso ritmo e com a naturalidade necessária às mudanças para melhor.

    Espero ter ajudado.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que ajudou, Marisa! E muito!!! Mesmo. Um grande beijinho e muitooo obrigada!

      Eliminar
  6. 1- A birra dos Pais-Deus, parecia que me estava a ver de fora!
    2- Criar empatia com as crianças- Claramente não é muito a minha natureza, sou mais autoritária, mas fazer o esforço e ver os resultados é muito gratificante.
    Ontem perguntei á minha Filha: Sabe quem é a Magda? Sim, é aquela Senhora que ensina as Mães e os Pais a não dar sapatadas aos Filhos/as.
    Acho que essa foi a primeira grande diferença que ela notou, agora ouço-a, brinco, preocupo-me com os sentimentos dela e ela diz que gosta muito mais desta Mãe.
    um beijo
    Margarida

    ResponderEliminar
  7. Para começar mtos parabéns pelo blog! Cada vez melhor! A mim inspira-me e ensina-me a ter mais calma e paciência c os meus filhos... e realmente funciona qse sempre :)
    Tb ajudou a tomar consciência q os pais fazem birras! E pronto assim de repente é isto q me lembro e gosto de tudo! Tb tenho votado em si tds os dias! Beijinhos e continue assim com temas super hiper interessantes!
    Filipa B.

    ResponderEliminar
  8. Aprendi a ter mais calma, a contornar as birras, a desmontar situações que nos levam à loucura. Claro que às vezes as birras fazem-nos perder a cabeça e ralhar e gritar, mas tenho conseguido aplicar muitas técnicas que aprendi aqui e no workshop. Lembro-me de uma frase em que a Magda diz que não nos podemos esquecer que os adultos somos nós e que somos nós que temos de dar a volta à situação. A responsabilidade de lhe darmos a volta é nossa. Acho que o blog me inspira a ser mellhor mãe, aquela mãe que sempre quis e quero ser. Claro que já houve alturas em que depois de me irritar ouço o meu marido dizer por trás: e a parentalidade positiva? Mas penso que só o facto de sabermos como queremos ser e como queremos educar já é uma grande ajuda para quando não o conseguimos sabermos que errámos e fazermos diferente da próxima vez.
    E já partilhei no meu blog algumas experiências e aprendizagens que a Magda me ensinou. Obrigada e beijinhos. E o frasco das minhas graças tem cada vez mais papelinhos, pois mansão há duvida que todos os dias temos tantas coisas maravilhosas para agradecer.

    ResponderEliminar
  9. Este blog ajudou-me a "tentar" ter mais calma, ser mas paciente e a ouvir com ouvidos de ouvir, o que as minhas filhas me estão a dizer.
    Inspira-me a ser mais tranquila.
    Para além de que adoro o blog e o que aqui é escrito.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  10. Ora então...

    Com este blog aprendi a importância dos rituais. Agora, sempre que penso em rituais, em vez de hábitos ou rotinas, lembro-me de ti e da importância que lhes dás. E isso faz com que os rituais sejam mais conscientes, existam MESMO. E também ensinou-me o nome e a explicação de muitos comportamentos que eu já seguia ou que adivinhava ou tentava seguir, e confirmou-se que sim, que era bom e eu podia aprender a fazer melhor e mais conscientemente.

    Beijinhos e obrigada por tudo!

    ResponderEliminar
  11. A não gritar à primeira, sem mais nem menos; a explicar o porquê das coisas, antes de dizer "porque eu estou a mandar!".
    Assim de repente, é o que me lembro, mas há mais coisas.
    Gosto muito (muito!) do tom que usas, do tratar os leitores por tu, da facilidade com que escreves sobre temas tão importantes, mas de um modo acessível a todos.
    5 estrelas, ando a recomenda-lo a tudo o que é mãe de filhos pequenos!

    ResponderEliminar
  12. Olá, Mum!

    É a primeira vez q me manifesto aqui...sou de poucas escritas e, na verdade, ainda ñ sou uma boa gestora do meu tempo p\ poder dissertar à vontade o q me vai na alma!

    1 - Adoro o à vontade c\ nos tratas por "tu"!!
    Sinto q estou a ouvir uma amiga aminha...a beber as suas palvras q, acrescento, são p\ além de profissionais, sábias, justas, c\ sentido!
    Fazes-me sentir q ñ estou sózinha (atenção, ñ estou, estou a viver a aventura da parentalidade c\ o melhor pai q conheço - o meu marido!), mas chega a ser um conforto p\ mim ler um pouco do blog p\ me sentir "normal"!
    Tenho mt pena de só o ter descoberto há poucas semanas, mas confesso q, secretamente, estou a fazer o desafio do "berra-me baixo"...e tenho tido um auto-controlo de "paciência de jó"!

    Tenho aprendido tanto contigo...
    Absorvo tudinho, mas tem sido uma paixão assolapada pq só recentemente é q me "apaixonei"!
    E ñ consigo vir ler-te todos os dias, mas qd o faço, partilho as ideias c\ o meu marido, q tb nunca tinh ouvido falar da parentalidade positiva...somos novatos, portanto!

    2 - Inspiras-me a ser mais e melhor, a querer novamente gostar de mim p\ q os outros possam gostar, principalmente os miúdos (uma filha nossa de 2,5 anos e um enteado q é o menino mais doce e bem comportado do mundo c\ 9 anos) e, claro, o meu marido!
    Acho q é perceptível q estou assim como q uma depressãozita, mas nada q a força de vontade ñ possa resolver!
    E posso dizer q me tens ajudao.
    Por isso, obrigada!

    Desejo-te as maiores Felicidades do mundo, q corra tudo bem c\ o nascimento do segundo "euromilhões" q acho q está p\ mt breve!

    Muitos beijiños e Parabéns pela força inspiradora!

    Rut

    ResponderEliminar
  13. Olá
    o + importante que aprendi foi tudo aquilo que pude integrar na minha maneira de ser, pensar e fazer, através da aceitação, compreensão e gratidão, do que li no blog.
    o que me inspira, é esta possibilidade de comunicação, partilha, troca.
    sou grata a si Magda por este trabalho, dedicação e informação.
    inês

    ResponderEliminar
  14. A respirar fundo...a ñ gritar, a tentar ver as coisas (birras) de outra perspectiva! Obrigada!

    ResponderEliminar
  15. 1- Aprendi que estou a educar uma pessoa e tudo aquilo que deriva desta permissa: o respeito, o papel de guia. aprendi a saber o que esperar com cada fase e isso torna tudo TÃO mais fácil!
    2- inspira-me a fazer melhor, a saber que consigo e, quando não consigo, inspira-me a respirar fundo e a tentar para a próxima, sem culpas, sem medos.
    O verdadeiro blogue sobre educação consciente!

    ResponderEliminar
  16. Olá,

    Este blog inspira-me diariamente, de tantas formas...as frases são verdadeiros momentos de introspeção que geralmente me fazem crescer como mãe e como pessoa.
    Ensinou-me a pensar segundo outras perspetivas...ajudou-me a valorizar tudo aquilo por que estou grata...e está a ensinar-me a controlar os gritos e a ir buscar uma calma que, às vezes, estava muito bem guardadinha!!

    Obrigada por tudo!

    Carmen

    ResponderEliminar
  17. Aprendi a ter paciência... a dar o exemplo... e também que Pais Felizes, criam Filhos Felizes... e reforçou a minha ideia de tempo com qualidade com as crianças...

    Beijinho e obrigada pelo blog!

    ResponderEliminar
  18. A sentir que não sou a única!

    ResponderEliminar

  19. Primeiramente percebi que mãe é mãe em qualquer lugar do mundo - mesmo sendo tão óbvio - sempre nos perguntamos como funciona em outros países... sou Brasileira, moro em Jaboatão - Pernambuco. E mais importante que isso, reforçou-me a idéia de que só poderei ser uma boa mãe e cuidar bem do meu filho se primeiramente cuidar de mim, da minha cabeça, do meu corpo, da minha alma. Só uma mãe feliz e tranquila poderá gerir um lar feliz e tranquilo e isso me deixou menos culpada ao para para cuidar de mim ao invés de estar 100% do tempo livre (que é pouquíssimo) a cuidar do pequeno, do marido, da casa.

    E você, Magda, juntamente com seus convidados, inspira-me a dar valor ao que realmente importa nessa vida, que é o afeto, a presença, a firmeza nas ações, o exemplo, a conversa, o amor.

    Agradeço para dizer: Muitíssimo Obrigada!

    ResponderEliminar
  20. Magda, apesar do atraso aqui fica uma pequena lista daquilo que me inspira no blogue, nas suas palavras e o que tenho aprendido:

    1 - que consigo fazer mais e melhor, basta mentalizar-me para isso e esforçar-me não servindo o cansaço como desculpa em situação alguma;

    2 - que de mim (de nós!) enquanto Pais depende em muito os adultos que os nossos filhos serão;

    3 - que há fases menos boas, mas são isso mesmo, apenas fases, que passam e q posso aprender com elas;

    4 - que ter tempo para mim é importante e q devo reservá-lo de algum modo durante o dia ou a semana;

    5 - que os ciúmes entre irmãos existirão sempre!! (nós somos 4 irmãs e nunca me tinha apercebido disto desta forma)

    6 - que não vale a pena gritar e não nos ouvem melhor quando gritamos

    7 - as frases, a forma suave como o blogue é escrito são só por si uma fonte de inspiração.

    Obrigada

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share