Diz obrigada! (ou como ajudar no desenvolvimento da auto-estima e auto-imagem dos nossos filhos)

15.1.13

No Domingo estava no quarto de banho com a minha filha e, enquanto secava o meu cabelo, percebia que ela olhava para mim com alguma admiração (é aproveitar agora que sou a última Coca-Cola do deserto!!)

Anyway, assim que desligo o secador, ela diz-me:

- Mamã, estás muito bonita.

E eu apenas sorri.

E ela continuou e disse:

- Mamã, diz obrigada!

Pliiiim! Pois é, eu que já estava a mudar a forma como reagia a este assunto, comprovei que afinal as coisas ficam mesmo enraizadas e perguntei-lhe:

- Diz-me uma coisa, meu amor: eu pedi-te um favor? 
- Não...
- E quando é que se diz obrigada?
- Quando se pede alguma coisa...
- Hmmm... Então quando alguém nos elogia, temos de agradecer?
- Não...
- Filha, quando te disserem que tu és bonita, aceita o elogio. Nao tens de dizer obrigada. Só se o desejares.

E esta reacção dela tem muito de mim porque fui permissiva e deixei andar. E quando lhe diziam que ela estava bonita ou bem vestida, eu pedia muitas vezes para ela dizer obrigada... Quando nao tinha de o fazer - apenas se o desejasse. Mas era o socialmente correcto, o que é esperado que uma mãe peça e o esperado que a pessoa elogiada diga.

Esperar sistematicamente que os outros nos elogiem para vermos os nossos atributos reconhecidos ou esperar um agradecimento por reconhecermos os atributos dos outros não ajuda muito no desenvolvimento de uma auto estima saudável. 

É verdade que há um fundo ligado à boa educação mas não deveria estar ligado a uma obrigação ou até a um automatismo, como falei AQUI. E muito menos para quem tem meninas, de quem se espera que estejam sempre impecáveis e giras!

Se pensares bem, até a forma como adjectivamos as meninas ( giras, bonitas, fofinhas,...) é diferente da forma como adjectivamos os meninos (destemido, brincalhão, terrorista,...) e isto molda-lhes a personalidade.

Há uma frase que diz que a forma como falamos com os nossos filhos torna-se a sua voz interior. Eu acrescento que as palavras que lhes dizemos também. Mesmo porque o Homem é palavra e constrói-se a partir dela.

E agora perguntas-me 'Tá certo mas digo o quê, então?' 

Então da próxima vez que quiseres usar uma alternativa ao "que gira que estás" diz qualquer coisa como "Uau, estas a usar o vestido vermelho."
E se ela te perguntar " Gostas, mamã?", devolve-lhe a questão : "e tu? Gostas?"

Estás a reconhecer o que está à tua frente, a fazer notar, a sublinhar. A dizer que viste com os olhos. E isso sim, é sinal que estás a apreciar e vale mais, muito mais que um simples 'ai que gira que estás!'.

Como em tudo na vida, nem sempre, nem nunca... 

Bónus: Frases destas fazem com que eles olhem para eles e que se auto-validem em vez de procurarem sistematicamente essa validação fora. E tu podes ajudar e muito nesse exercício.





Site AQUI
Facebook AQUI
Blogue AQUI

13 comentários:

  1. Já votamos!
    E adorei o texto, boas dicas a reter. Será que ainda vou a tempo?!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sofia, este género de respostas aplica-se até a gente grande! Go for it!

      Eliminar
  2. Este foi um dos teus textos que mais gostei de ler. Estou muito grata por esta partilha (e isso é certamente um dos papelinhos que vou pôr no meu frasco da gratidão hoje)

    este texto é aplicável ao nosso dia-a-dia, mesmoq ue já não sejamos crianças...

    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é um texto que vale para gente crescida!

      Eliminar
  3. Boa dica Mum's, só não sei é se na hora, vou conseguir "desenraizar" o que tão bem "enraizado" já está.
    E falo pela minha parte.
    Adoro este blog.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é uma questão de treino minha querida. Hoje faço assim amanhã esqueço-me mas a seguir já me lembro de novo... :) É persistência!

      Eliminar
  4. eu não concordo nada, mas gostei do texto.

    ResponderEliminar
  5. Ana Sephora15 janeiro, 2013

    Gostei muito do texto, apesar de por vezes sentir que as ditas "regras sociais" falam mais alto... Acho importante incrementar a auto estima, para serem melhores adultos e pessoas sem dúvida mais felizes. Aceitar o elogio, devia ser natural, mas confesso que até eu ainda faço um esforço... Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por me alertar para algo em que não costumo pensar! Tenho 2 filhotes em boa idade de aprender e vou-me esforçar por me lembrar!

    ResponderEliminar
  7. Obrigada por me alertar para algo em que não costumo pensar mas que me fez parar, reflectir e realmente este foi um momento: Ãããhhããã

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share