Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e

4.10.12

... mais felicidade :)


Se há lema que encaixa na minha vida, o famoso “deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer” é o meu! Nem quando andava na faculdade gostava de me deitar tarde. É lógico que saía mas a verdade é que a falta de energia, que durava uns dias, e a noção de perder o dia, deixavam-me mais chateada que outra coisa. Não mudou nada, até hoje!

Nestes últimos tempos tenho acordado entre as 5,30 e as 6,30 da manhã. Gosto de trabalhar no silêncio da manhã, com um café com leite ou um chá ao lado. É quando a minha cabeça está mais sossegada e a intensidade das ideias é menor e consigo gerir a angústia e a vontade de (não) fazer todas.

A famosa frase ‘Conhece-te a ti próprio’ (atribuída a tantos Gregos) faz todo o sentido aqui. Se há coisa que eu conheço em mim, são os ritmos. E desde que fui mãe ainda melhor.

E se há coisa que acontece depois de sermos mães é ficarmos sem tempo: ora porque temos/queremos m-e-s-m-o de dar apoio ao bebé, ora porque não temos retaguarda, ora o tempo que temos é para ficarmos a vegetar no sofá e deixar por fazer todas aquelas coisas que devíamos fazer. Como diz o outro: ‘temos pena!’

Uma das coisas que mais oiço nas sessões de coaching e nas formações que dou é o ‘mas eu não tenho tempo’. Eu costumava
 dizer ‘tenho ‘não-sei-o-quê-para fazer’, o que vai dar ao mesmo. E esta noção de não se ter tempo é tão angustiante e ridícula que eu decidi acabar com ela de uma vez por todas, há algum tempo. Para o quê? Para viver melhor e sentir que sou eu que controlo o meu tempo. E que esta questão de não se ter tempo depende, e muito, da perspectiva. Porque as pessoas mais ocupadas ainda fazem jogging!

E como é que eu faço isto? Simplesmente acordando mais cedo. Não há muita coisa que pague a sensação de conquista que eu tenho logo pela manhã. Primeiro porque saio da cama muito cedo – hoje, por exemplo, acordei sem despertador às 5,12. E não o faço com sacrifício e sim com a noção que vou ter um dia muitooooo melhor porque ‘safei’ uma série de coisas logo de manhã. Escrevo no blogue, penso sobre alguns temas, leio o que quero ler. Sobretudo, acordo lentamente, que é assim que deve ser. Só que, para acordar lentamente, é preciso acordar cedo. Pelo menos para mim...
Ás 7,00 tomo duche, arranjo-me e dou um arranjo à casa. Às 7,30 abro a porta do quarto da ‘piquena’, caso ela ainda não tenha acordado por ela. Depois vou lá, faço ‘cafunés’, deixo-me estar na ronha e a cheirar-lhe o pescoço quente. E ajudo-a a acordar. Porque se ainda dormia, é porque precisava. Por volta das 8,00 estamos todos a sair de casa.
E se é verdade que uma casa onde vive uma criança é uma casa desarrumada, também é verdade que eu gosto de ver a minha casa em ordem. E acordar a essa hora permite-me fazer todas aquelas coisas que eu sei que durante o dia não vou fazer: como ler um determinado artigo, como escrever este post, como pôr roupa a lavar e estender outra ou, simplesmente, dissecar um blogue que descobri há pouco tempo. E fazer as camas, pôr a loiça na máquina, passar um pano aqui e acolá e até colocar pô e rímel!

Se acordo todos os dias às 5,12 da manhã? Não, claro que não! Mas nas fases em que tenho mais trabalho, decidi passar a fazê-lo. Porque se é verdade que adorooooo aquilo que faço, também é verdade que gosto de fazer as coisas bem e com calma. E isso só é possível desta forma. Não tenho desculpas para não ter tempo. Até porque quando o faço assim, tenho uma noção mais afinada do que é o meu tempo e do valor que ele tem para mim. E a pensar bem no assunto, isto é um comportamento/atitude que vou estar a ensinar à minha filha: que quando queremos muito fazer uma coisa, ou arranjamos forma ou arranjamos desculpas (na maior parte dos casos - claro que quando ela era bebé fiz isto muito poucas vezes. Tinha a noção que era uma fase e era mais importante dormir bem. E dizia que não, muitas vezes, a muitas coisas)

A Isabel Stilwell diz que as pessoas que nasceram no Outono/Inverno são madrugadoras enquanto que as outras são noctivagas. É capaz de bater certo. Eu nasci em Fevereiro. O resto da família cá em casa também é do início do ano. E somos todos madrugadores e gostamos de ir para a cama cedo. Conheço pessoas que nasceram em Junho e que são, de facto, noctívagas. E depois conheço excepções.

Ah! A que horas é que me deito? Gosto de estar a ir para a cama por volta das 10,00....

E tu? És mocho (madrugador@) ou cotovia (noctivag@)?




13 comentários:

  1. Madrugadora, claro :)! Nasci em setembro, por isso bate certo, mas também conheço exceções. O homem cá de casa também nasceu em setembro, no dia antes de mim e é notívago. Adora acordar tarde e deitar-se tarde.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Que bem que me fez ler isto! É que cá em casa, sou a unica ocm esses hábitos e acredita que é difiicl de gerir, nem que seja por estar sempre a ouvir a mesma lenga-lenga. Acontece, que nasci em Junho e o resto em Outubro. Olha para mim, a bela da excepção! Não me custa nada acordar cedo. Nunca estudei à noite. Quando andava na faculdade fechava os livros no máximo à meia noite (e já era no limite) estivesse como estivesse. preferia acordar às 5h e rever a matéria fresquinha do que andar a lutar contra o sono e quando as mães se queixam de falta de tempo eu penso o mesmo (e se acordassem mais cedo?) da mesma maneira que sais de casa mais cedo para fugir ao trânsito, acordas mais cedo para fugir aos miúdos, não? Ahahah! Claro que isso implica ir para a cama cedo, claro.

    PS: a ideia de acordar a miúda com cafunés pareceu-me deliciosa! Beijooo

    ResponderEliminar
  3. Eu nasci em Julho... e esta semana tenho andado com uma crise de preguicite aguda... todos os dias a tentar acordar às 5, mas nunca consegui... para a semana vai ser melhor, e agora no fim do mês quando mudar a hora, melhor ainda! Mas olha lá, não são os mochos que são os noctívagos (night owl) e as cotovias as madrugadoras??

    ResponderEliminar
  4. depende dos dias....e da minha filha.... =)

    ResponderEliminar
  5. ai ai eu já não sei, a Sofia acorda muitas vezes durante a noite...é super cansativo, acorda sp as 7.30h, eu por volta das 23.00 já estou quase apagada!
    mas eu sou mais da noite e sou de Maio...

    ResponderEliminar
  6. Eu adorei, mesmo, ler este post! Não quer dizer que o faça - acordo com a antecedência necessária para me arranjar a mim e à miúda - mas fico com uma óptima ideia para as alturas em que as coisas estão mais "apertadas". É estranho, mas... como é que nunca pensei que a falta de tempo no final do dia, pode tão simplesmente passar por antecipar o início do mesmo e fazer algumas das tarefas logo pela manhã?!
    Também é verdade que gosto de me deitar tarde, mas por norma também não durmo muito pela manhã fora (mesmo quando posso). E de facto naqueles dias em que tenho mesmo que me levantar cedo, sabe-me muito bem chegar à hora do almoço ou ao meio da manhã e já ter uma série de coisas feitas. Já o homem cá de casa, nascido em Novembro, quanto mais tarde se deitar e mais tarde acordar, melhor! Mais uma excepção! :))

    ResponderEliminar
  7. Eu adorei, mesmo, ler este post! Não quer dizer que o faça - acordo com a antecedência necessária para me arranjar a mim e à miúda - mas fico com uma óptima ideia para as alturas em que as coisas estão mais "apertadas". É estranho, mas... como é que nunca pensei que a falta de tempo no final do dia, pode tão simplesmente passar por antecipar o início do mesmo e fazer algumas das tarefas logo pela manhã?!
    Também é verdade que gosto de me deitar tarde, mas por norma também não durmo muito pela manhã fora (mesmo quando posso). E de facto naqueles dias em que tenho mesmo que me levantar cedo, sabe-me muito bem chegar à hora do almoço ou ao meio da manhã e já ter uma série de coisas feitas. Já o homem cá de casa, nascido em Novembro, quanto mais tarde se deitar e mais tarde acordar, melhor! Mais uma excepção! :))

    ResponderEliminar
  8. Eu sempre fui morcego. Sempre produzimais e melhor à noite, quando tudo estava em silêncio. Entretanto fui mãe e mudou tudo. Hoje em dia deito-me cedo (e ainda consigo ler ou ver uma série antes de adormecer) e acordo cedo também. Acordo pelas 7h30 e saio de casa com os dois miúdos às 8h30. Quero começar a acordar às 6h, para escrever. E, apesar de estar em casa, não é fácil gerir horários: é a casa, o trabalho, o miúdo e a.miúda, tudo com ritmos e exigências diferentes.

    Ah, e sou de fevereiro. Nasci morcego, mas hei-de morrer cotovia!!

    ResponderEliminar
  9. Pois eu nasci em Abril e quando estudava adorava estudar pela noite fora, aproveitando a manhã para dormir!Depois de ser mãe, nos dias em que tenho mais trabalho o meu corpo é como uma locomotiva e se tive um dia stressante sou capaz de estar até às 2 da manhã acordada e ai aproveito a fazer tudo o que me apetece sendo que, no dia a seguir contraponho com uma noite de 8 horas de sono.Mas tenho tempo para tudo ( mesmo tudo!) e quando alguém me diz que não tem tempo eu apenas digo para acordarem mais cedo, organizarem-se melhor e saberem delegar tarefas, incluindo nos filhos para os tornar mais responsáveis, e depois vão ver como lhe sobra tempo!

    ResponderEliminar
  10. Esta leitura hoje veio mesmo mesmo a calhar!! Eu sou das que nunca tem tempo para nada, e se, no fim do dia, for fazer a contabilidade ao que fiz, a verdade é que a lista não é assim tão extensa! O problema agrava-se pelo facto de trabalhar em casa! Há 1001 motivos para me estar sempre a levantar e a distrair com outras coisas e quando dou por mim o tempo passou e eu pouco fiz! Vou guardar este post bem à vista no meu computador para o poder reler sempre que necessitar e tentar aprender alguma coisa com isso! :)

    Beijinhos,
    Leonor

    ResponderEliminar
  11. Bem eu acordo cedo todos os dias da semana porque o meu trabalho assim o exige ou seja as 5.30h estou levantada. Infelizmente não consigo fazer nada de manhã porque apesar de me levantar cedissimo. Quando chego a casa ao final da tarde tenho um monte de coisas por fazer e mais a minha princesa para tomar conta. Se ela ao menos se deita-se cedo, tipo 9h, eu ainda conseguia que algumas coisa fossem feitas antes de me deitar, mas não a princesa gosta mesmo é de se deitar tarde. Mas pronto gere-se a coisa o melhor possivél.
    Claro está que levantar cedo torna o dia muito mais produtivo, ainda mais agora que eles se vão tornando cada vez mais pequenos. Obrigada

    ResponderEliminar
  12. sem duvida que eu sempre fui mulher de acordar cedo não tão cedo assim ...mas nos dias em que consigo acordar antes das 7h sinto-me outra ...consigo arrumar a casa e fazer outras coisas e depois quando acordam os miudos tenho tudo mais arrumado-mas tenho um problema -detesto acordar com o despertador...deixa-me de mau humor ...

    ResponderEliminar
  13. Excelente perspectiva. Mas eu não consigo, por muito que tente nunca me consigo deitar cedo. Chego tarde, o marido chega tarde, aproveitamos esses momentos a 3 ao máximo e por isso é mesmo muito raro ir para a cama antes das 00h30/1h. Mas é bem verdade que não há desculpas para deixar de fazer as coisas, porque, como agora queremos aproveitar ao máximo o pequeno, deixamos as actividades desportivas para a manhã, enquanto ainda dorme (por turnos, um dia eu, outro o marido). No entanto, não sei que outras tarefas nocturnas poderia deixar para o período da manhã para inverter esta tendência...

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share