Pais Criativos Filhos Felizes

8.8.12



Na próxima semana a entrevistada é a Andreia Vidal, do blogue Pais criativos, Filhos Felizes.

A Andreia, que é uma querida, lançou o livro 365 Actividades para fazer com o seu filho. E ela é tão querida que vai oferecê-lo a um dos leitores aqui do blogue. 


E o que é que tens de fazer para ganharem?

Tens de deixar neste post (ou no post do Facebook e só naquele post referente a este Give away - nos outros são desclassificados e apagados) um comentário sobre o que é que é para ti a Parentalidade Positiva. É tudo! O melhor comentário ganha o livro!


Let the games begin! Boa sorte a tod@s!

9 comentários:

  1. Descobri há pouco tempo o termo "Parentalidade Positiva" (e ainda sou muito leiga neste assunto), mas descobri a tempo de perceber que é assim que quero educar o meu filho, pois é a única maneira de educar para o respeito, para o equilíbrio, para a paz e para a felicidade. Desde sempre tentámos explicar tudo ao nosso filho e fazê-lo compreender os porquês dos nossos sins e dos nossos nãos. A entrada nos dois anos trouxe as birras e a medição de força. Houve zangas de parte a parte e desespero. Como fazer? Ele bate, morde, atira… mas depois é tão meiguinho… E não lhe podemos estar sempre a ralhar e a pôr de castigo ou a nossa vida torna-se um inferno! A nossa e a dele. Foi preciso respirar fundo e pensar num plano. Como pais tínhamos obrigação de o ajudar e de pensar numa maneira de resolver os dramas lá de casa. Se ele grita nós não podemos gritar mais alto. Se ele grita, nós falamos baixo para que ele faça um esforço para nos ouvir e se acalme. Quando se acalma felicitamo-lo por ser crescido e estar mais calmo para ouvir a mãe e o pai. Para mim, “Parentalidade Positiva” é sinónimo de paciência, de calma, de perseverança. É sinónimo de uma aprendizagem constante da nossa parte para sermos melhores pais, para controlarmos a nossa ansiedade e o nosso cansaço. “Parentalidade Positiva” é sinónimo de regras bem definidas, de balizas bem demarcadas em que cada um sabe bem até onde pode ir. Há dias em que tudo corre bem e há outros em que só nos apetece gritar e fazer birra. "Parentalidade Positiva" é sinonimo de equilíbrio: dar liberdade, mas estabelecer barreiras. É sinónimo de alegria e de brincadeira. É sinónimo de cumplicidade. É sinónimo de evidenciar as coisas boas, as conquistas, os feitos… e nas crianças são tantos todos os dias... Educar é a maior e a mais difícil missão de todas, mas também a melhor. E com a educação pela positiva espero preparar o meu filho para a vida, para a felicidade e para o respeito por todos.

    E parabéns à Magda e à Andreia pelo vosso trabalho e por todos os ensinamentos!

    ResponderEliminar
  2. A parentalidade positiva é tratar os nossos filhos com respeito e compreensão.
    é explicar o porquê dos nãos e ser muito firme nos limites.
    É todos os dias tentar ter paciência para não berrar e não bater porque afinal de contas quem é o adulto somos nós e se queremos que os nossos filhos sejam adultos equilibrados temos de dar o exemplo.
    Parentalidade positiva é apostar na relação com o nosso filho porque quanto mais bons momentos partilharmos de 100% dedicação mais ele vai querer agradar e cooperar connosco.
    É respeitar os ritmos das crianças e não querer sempre impor os desejos dos adultos.
    Parentalidade positiva pode custar mais ao inicio do que simples autoritarismo e exigência de perfeição mas é o que resulta melhor a longo prazo, é o que nos torna mais próximos dos nossos filhos e é fundamental para ter uma família feliz..

    ResponderEliminar
  3. Para mim, a parentalidade positiva foi e continua a ser a descoberta de uma forma maravilhosa de encarar a educação do meu filho. Quando olho para este menino que está à minha frente, vejo-o de uma maneira diferente.
    É um despertar de um outro tipo de sentimentos, bastante mais neutros e saudáveis, quer para mim quer para ele, assim como para a nossa própria relação um com o outro.
    A cada dia que passa sinto uma aproximação e ligação ainda mais forte entre nós. Uma evolução de sentidos e uma reviravolta neste universo de amor, compreensão, carinho e respeito mútuos.
    Devagarinho, em passos largos, chegarei ao meu objectivo: o de educar uma criança e torná-la numa pessoa formidável.:)

    ResponderEliminar
  4. Como li recentemente e penso que resume mto bem: Parentalidade positiva é dar asas aos nossos filhos para que possam voar o mais alto possível e criar raízes para que possam voltar. :-)

    ResponderEliminar
  5. Como li recentemente e penso que resume bem: Parentalidade positiva é dar asas aos nossos filhos para que possam voar bem alto e criar raízes para que possam voltar!!! ;-)

    ResponderEliminar
  6. Parentalidade positiva é descobrir a autenticidade do ser-se mãe/pai...escutar os corações (os nossos e os deles) e colocá-los a agir em sintonia.
    Parentalidade positiva é deixar que a atenção genuína e o respeito falem mais alto.

    ResponderEliminar
  7. Parentalidade positiva é respeitarmos os seus - EU, os seus sentimentos, emoções e sonhos.
    É dar-lhes a mão com o melhor de nós e caminhar em frente, seguros disso mesmo.
    É continuar a tentar e não desistir nos dias mais complicados e apesar das inúmeras tentativas e erro.
    É semear neles, sementes de positivismo. Porque tudo aquilo que semeamos com amor e dedicação, no futuro teremos bons frutos.

    ResponderEliminar
  8. Para mim a parentalidade positiva é sobretudo valorizar as coisas boas.
    Rir, fazer rir e deixar-se rir.
    Tomar decisões (por muito que custem) firmes, carinhosas e justas.
    É mostrar como se faz e como se deve fazer.
    É estar presente e disponível para felicitar, abraçar, ensinar, acalentar, consolaria simplesmente ficar por perto.
    É acreditar que a diferença começa em cada um de nós e que temos que dar o melhor de nós em cada coisa e que é esse o exemplo que damos aos nossos filhos.
    No fim, teremos sucedido se se tornarem adultos capazes, responsáveis, firmes e justos, que é disso que o mundo precisa.
    (e já agora, enquanto tentamos fazer isto tudo,bem os podemos apertar, abraçar, beijar e mimar pelo caminho, todos os dias um bom bocado!)

    Lúcia Paulino

    ResponderEliminar
  9. Para mim parentalidade positiva é o reconhecimento de que os nossos filhos sao um dos mais importantes pilares das nossas vidas e devem ser respeitados, amados e protegidos acimda de tudo, desfazendo-lhes as dúvidas que possam surgir e apoiando-os mesmo na pior das birras. Sei que estou a seguir o caminha correto quando à noite a minha filha de 3 anos vai dormir e me diz espontâneamente: "estou tao feliz e amo-te muito és muito querida de bonita, adoro-te!" e me dá um monte de beijinhos!!!

    ResponderEliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share