❽ Toma o teu tempo_Semana 8 - Projecto Even Happier

23.2.12

Eu sou naturalmente desorganizada mas adoro ordem, o que faz com que tenha períodos ora de muita ordem ora de muito caos (pronto, há um pouco de exagero aqui!)

Ao longo dos anos fui desenvolvendo algumas técnicas que me ajudam a contrariar a minha natureza e, cada vez mais, obrigo-me a fazer pequenas coisas que me simplificam a vida e a tornam visualmente mais ordenada: a cama logo que possível, menus para a semana, lista de compras de supermercado, wish lists*, preparar a roupa e as coisas todas para o dia seguinte.

E porque eu acredito que ter a minha casa organizada e com fácil acesso às coisas me deixa mais tranquila, este verão organizei o roupeiro da minha filha. Assim, de manhã, não andamos à procura daquilo que lhe vou vestir. Aliás, com esta técnica, a minha Miss passou a querer vestir-se sozinha, com a roupa que lhe coloco em cima da cama, logo de manhã (sim, eu sei que podia perguntar-lhe o que lhe apetece levar, bla bla bla. A verdade é que eu também existo e nos dias da semana isso não é exequível).

[A foto abaixo é a foto do armário da minha filha. O suporte vermelho foi comprado no Ikea. Originalmente era onde eu guardava os sapatos de uma estação para a outra (tinha umas gavetas pretas). Tirei as gavetas de tecido e os 5 espaços dão, sem tirar nem pôr, para os 5 dias da semana. Do lado esquerdo, está uma caixa branca onde estão os sapatos dela. Tudo à mão!]

Arrumação por dias da semana!

A Rita também colocou uma dica destas no facebook dela e é vem verdade – preparar as nossas coisas todas para o dia a seguir, ajuda a começar a manhã como ela tem de ser: sem stresses!

Esta semana, o nosso amigo Tal Ben Shahar fala-nos em ‘Tomar o nosso tempo’. Diz ele que nos anos em que ajudou os seus estudantes universitários a elaborar o seu CV, apercebeu-se que, à medida que os anos passavam, todos eles faziam cada vez mais coisas. Resultado? Não saboreavam as coisas, não as aproveitavam.

Na minha vida, também eu tive muitas vezes essa sensação. É avassalador e assustador. Sentia, muitas vezes, que o meu tempo era curto e que tinha tanto que aprender. Corria, corria e não chegava lá. Pior: quando chegava, não saboreava porque já pensava na ‘next big thing’. Até ao dia em que disse basta! Agora quem manda aqui sou eu, ora bolas!

Admito que é um processo lento. As mudanças são para acontecer devagar, são para ficar coladas à pele. E também são difíceis. Dizer ‘não’ é difícil, dizer ‘não preciso disto’ pode chegar a ser doloroso mas também sei que é libertador.

O que fazer então para saborear a vida num mundo que nos obrigada a evoluir a 100 à hora? O Ben-Shahar diz que não existe remédio milagroso. A solução parece então consistir em simplificar a vida e a desacelerar. As boas notícias é que, se fizermos menos, garantimos que essas coisas ficam bem feitas... pois é, ‘depressa e bem, há pouco quem...’

[Hoje deu-me para comer uma maçã bem devagar... até me meteu impressão porque até nisto eu corro...! Corria, corria (passado!) ]

O exercício:

Identifica as actividades que te tomam demasiado tempo e que não te trazem valor acrescentado. Muito facebook? Muita Internet? Muito tempo a arrumar? (Tenho uma amiga que diz que arrumado não é quem arruma e sim quem não desarruma... ;) ).

E que actividades queres ter e que são importantes para ti? Ler, escrever, meditar, namorar, jardinar?

A Rita (ainda e sempre – que inspiração!) colocou um link no seu facebook onde fala de uns senhores que praticam o minimalismo. Dizem eles que deixaram de ter uma ligação à Internet em casa e que a produtividade deles aumentam. Pois... imagino! Alíás, li um dia destes que uma casa organizada e limpa é uma casa sem ligação à Internet ( o que me ri!...)

Eu sei disto há muito tempo e penso que este post deu-me ainda mais coragem para deixar o PC de lado mais vezes... além disso, enquadra-se neste exercício. Nunca saberei, se não tentar, por isso, siga! Começo agorinha mesmo! ;) E tu, estás à espera do quê?



*volto a este tema em breve!

P.S. Obrigada, xtrelinha* por te lembrares ;)

2 comentários:

  1. :) ando tão entusiasmada com o PEH que era impossível não pedinchar novo desafio!

    Obrigada a ti por este blog*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada xtrelinha*! Fico mesmo feliz com o teu entusiasmo! Obrigada pela partilha!! Bjinhos grandes!

      Eliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share